Diadema, Política-ABC, Sua região

Yoshio: ‘não apoiaremos nem Filippi nem Taka’

Segundo o ex-prefeiturável, as ideologias não batem com as do petista; já o Taka será a continuidade do governo atual. Foto: Reprodução Facebook
Segundo Yoshio, as ideologias não batem com as do petista; já o Taka será a continuidade do governo atual. Foto: Reprodução Facebook

O vereador de Diadema Ricardo Yoshio, que disputou o Executivo pelo PSDB, afirmou ao Diário Regional que o partido decidiu pela neutralidade no segundo turno das eleições. Yoshio ficou em terceiro no último domingo (15), por uma diferença de 1.575 votos de Taka Ya­mauchi (PSD), que no próximo dia 29 vai disputar a prefeitura com o petista José de Filippi.

“Reunimos a Executiva e o PSDB não tem, por ideologia, que são diferentes, como apoiar o Filippi. Também não vamos apoiar o Taka porque entendemos que será a continuidade do governo Lauro (Michels/PV)”, destacou.

Segundo Yoshio, a opção é pela neutralidade, mas o partido liberou quem foi candidato a tomar decisão pessoal. “O vereador (eleito, Edval da Farmácia /PSDB) deve seguir a decisão da Executiva, já os candidatos suplentes vão ficar à vontade.”

O tucano afirmou que, como sua filiação ao PSDB ocorreu em 7 de fevereiro deste ano, não houve tempo suficiente para montar um quadro de pré-candidatos a vereador. “Em conversa com (prefeito de São Bernardo) Orlando Morando (PSDB), que foi o padrinho do meu projeto, vimos que tudo foi muito rápido. Houve curto espaço de tempo para fazer um planejamento. Foi a primeira vez que a atual executiva da cidade participou de uma eleição majoritária e pecamos em alguns pontos pela inexperiência”, destacou.

Yoshio sente que não passou para a população “o recado que deveria”. O vereador afirmou que muitos de seus eleitores votaram no Taka achando que fosse ele. “Precisava ter esclarecido mais essa minha posição. Tinha de falar em cima do caminhão que era o Ricardo e que tinha outro japonês que não é médico e que também estava concorrendo. Faltou um pouco, mas aprendemos com isso.”

REESTRUTURAÇÃO

O foco do partido agora é a reestruturação na cidade. Segundo Yoshio, com apoio de Orlando Morando, que foi reeleito no primeiro turno, será feito planejamento mais bem elaborado visando aos pleitos de 2022 e 2024.

Yoshio afirmou, ainda, que o PSDB terá candidato a deputado na cidade e postulante ao Executivo em 2024, e não descartou seu nome. “Vamos fazer tudo mais planejado. Hoje, pela executiva, serei o candidato a deputado. Porém, até lá pode ser que surjam outros nomes, até mais jovens do que eu.”

Segundo Yoshio, o importante neste futuro próximo é que o partido será reestruturado, feito o planejamento e cooptados mais filiados. “Vamos tornar mais ativo o PSDB Jovem, o PSDB Mulher, o da raça negra, o da diversidade para que a legenda seja mais ativa também, porque até então o partido, praticamente, não exis­tia na cidade. Agora, mesmo com apenas um representante eleito para a Câmara, já vai dar vida ao PSDB. Quando não se tem ninguém no Legislativo o partido desaparece”, ressaltou.

“Voltaremos com um fôlego maior, com novas ideias e, com certeza, faremos um PSDB mais forte e mais planejado”, complementou.

1 comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*