Entretenimento, Serviços

Whindersson Nunes desabafa sobre depressão e concorda com questionamento das pessoas: – Realmente eu não devia ter passado por isso

Whindersson Nunes desabafa sobre depressão e concorda com questionamento das pessoas: - Realmente eu não devia ter passado por isso
O humorista abriu o jogo sobre os momentos difíceis que passou por causa da doença. Foto: Reprodução/ TV Globo

Whindersson Nunes está afastado dos palcos há três meses, desde que foi diagnosticado com depressão. De lá para cá, o humorista tem aparecido bem menos, apesar de neste período ter se envolvido em polêmicas e ainda receber publicamente o apoio da esposa, Luísa Sonza.

Agora, perto de voltar ao trabalho, o youtuber tem falado mais sobre o tempo difícil que passou, tendo conversado com o Fantástico na noite do último domingo, dia 14, sobre o ocorrido. Ao ser questionado sobre o fato de estar rico, ser jovem, recém-casado, apaixonado, popular na internet e, mesmo assim, apresentar depressão, ele disse que ouviu de muita gente que não poderia ter depressão:
– Assim… É justo o questionamento das pessoas. É justo. Poxa, tem tudo, tem dinheiro, tem a viagem dos sonhos, tem isso, tem aquilo. E eu que sou trabalhador, brasileiro, trabalho de 6 às 18h, tenho criança pra sustentar, tenho três filhos e isso e aquilo, eu que deveria ter. Tipo… Não é algo que me revolta, porque a pessoa fala isso. Na verdade, é um problema pra mim. Porque eu penso: Poxa, realmente eu não devia ter passado por isso.
Para o tratamento, Windersson procurou um psicólogo e um psiquiatra e começou a fazer terapia três vezes por semana, tomando remédios e fazendo iôga para ar o estresse.
– Eu virei um cara que tenho as minhas coisinhas e tudo mais. Mas você chega naquele momento e fica: e aí? Dinheiro, dinheiro, dinheiro e ai? O que eu vou fazer? Eu posso pagar os melhores profissionais, mas tem gente que não pode.
Por conta disso, aliás, Whindersson está trabalhando em um aplicativo para ajudar pessoas que têm problema de depressão como ele, mas não têm dinheiro.
– A intenção do aplicativo é conectar gente que precisa de ajuda com gente que pode ajudar. Só que essas pessoas que querem ajudar são profissionais, voluntários.
E ele ainda falou que agora já está pronto para voltar aos palcos, o que acontece no dia 18 de agosto, em São Paulo.
– Hoje eu me sinto bem pra falar e, quem quiser perguntar, pode perguntar e eu vou falar. Eu me sinto feliz, eu me sinto uma pessoa feliz. Sinto que eu estou fazendo o que tinha pra fazer, que eu encontrei um sentido.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*