Economia, Notícias

WhatsApp lança serviço de pagamento no país e 1,5 milhão já tem nova função

WhatsApp lança serviço de pagamento no país e 1,5 milhão já tem nova função
Primeiros parceiros do WhatsApp no país são Banco do Brasil, Nubank e Sicredi, além das bandeiras Visa e Mastercard e da Cielo. Foto: Marcelo Camargo/ABr

Um dos países com maior presença no WhatsApp, com 120 milhões de usuários, o Brasil foi escolhido pelo Facebook para estrear o serviço de pagamentos do app de mensagens. Anunciada ontem (15) por Mark Zuckerberg, a ferramenta tem parceiros locais como Banco do Brasil, Cielo, Nubank e Sicre­di. Chegará aos poucos aos bra­sileiros: segundo apurou a reportagem, aproximadamente 1,5 milhão de pessoas tiveram o recurso liberado ontem no país.

“Queremos expandir em bre­ve para mais pessoas e ou­tros parceiros, mas ainda não há data definida”, disse Matt Idema, diretor de operações do WhatsApp. Com a ferramenta, usuários poderão transferir quantias a outros contatos e também realizar pagamentos para empresas que usem o WhatsApp Business, versão corporativa do app. A novidade é similar à que já existe no app chinês WeChat, da Tencent, que transformou os meios de pagamentos no país asiático.

Para que os pagamentos possam ser realizados, o Facebook também lançou no país o Facebook Pay, sistema que permite pagamentos por meio de apps. Nos EUA, a ferramenta já é usada para compras feitas diretamente na rede social e também no Instagram, o que pode chegar ao Brasil em breve, disse Idema.

As transações entre pessoas terão teto de R$ 1 mil e serão feitas apenas com cartão de débito, vinculada a uma conta bancária. Os valores recebidos cairão direto na conta do usuário. Todas as operações terão de ser aprovadas com uso de senha ou biometria. “Se o telefone for roubado, ninguém poderá fazer transações sem a senha”, disse o executivo.

Os pagamentos para empresas, por sua vez, poderão ser feitos a partir de cartão de débito ou crédito das bandeiras Visa e Mastercard. Não haverá limite de valores, mas todas as transações terão taxa fixa de 3,99% – os valores serão divididos pelo banco do usuário, o Facebook e a Cielo. Com o anúncio, a empresa de adquirência teve alta de 14% na bolsa ontem.

Para o Sicredi, a novidade vai mudar a cultura de pagamentos no Brasil. “Temos co­mo uma de nossas premissas proporcionar no­vas soluções de pagamento e experiências aos associados por meio da digitalização. Desenvolvemos uma série de projetos que nos colocam na vanguarda das inovações do sistema financeiro nacional, e esta é mais uma demonstração disso”, afir­mou o diretor executivo de Pro­dutos e Serviços do Banco Coopera­ti­vo Sicredi, Cidmar Stoffel.

Para usar o recurso, os associados do Sicredi deverão fazer o cadastro de seus cartões na área de pagamentos do Whats­App. O processo envolve a criação de senhas e registro de biometria, o que confere segurança às operações. As transferências poderão ser feitas em poucos cliques: escolha do contato be­nefi­ciá­rio, seleção da opçã­o “Pa­gamento”, inserção do valor, confirmação do valor e da senha.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe eu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*