Esportes, Futebol

Wagner acerta salário e deve assinar com Corinthians

Wagner se transferiu em 2015, mas não se adaptou bem ao futebol chinês. Foto: ArquivoO Corinthians está apalavrado com o meia Wagner para reforçar o time em 2017, após o jogador, de 31 anos, concordar com a oferta salarial do clube. O anúncio da contratação, a terceira para a próxima temporada, deverá ser feito ainda nesta semana.

O jogador vai assinar um vínculo de duas temporadas após realização de exames médicos. Antes de fechar com o alvinegro, o atleta rescindiu seu contrato com o Tianjin Teda, da China.
Para acertar com Wagner, o Corinthians convenceu o atleta a reduzir pedidas salariais e o tempo de contrato. O meia de 31 anos também recusou propostas de outras equipes da Ásia pelo desejo de retornar ao futebol brasileiro.

Wagner volta ao Brasil onde ganhou projeção nacional atuando pelo Fluminense, equipe pela qual foi campeão brasileiro em 2012. Pelo time tricolor, o jogador conquistou ainda o Campeonato Carioca do mesmo ano. O meia também teve passagem vitoriosa pelo Cruzeiro, no qual foi tricampeão mineiro, em 2006, 2008 e 2009.

A contratação do ex-jogador do Fluminense foi uma indicação do técnico Oswaldo de Oliveira, que pediu à diretoria corintiana um meia mais experiente para o Corinthians.
Outro nome cogitado no clube foi o de Diego Souza, do Sport, mas a negociação não saiu do campo das especulações até agora.

Adaptação complicada

Wagner se transferiu para o futebol chinês em 2015, mas não se adaptou bem ao país. No primeiro ano, o brasileiro fez nove jogos e somente um gol. Este ano, em 11 partidas, sendo titular em oito, o meia também balançou as redes apenas uma vez.

O desejo do atleta em voltar ao Brasil se deve à falta de espaço, além da relação ruim com os dirigentes do Tianjin Teda.
Este ano, a última partida do meia no Tianjin ocorreu em 18 de junho.

Antes de Wagner, o Corinthians já havia contratado os atacantes Jô, que treina com o grupo, e Luidy, destaque do CRB-AL. Quatro outros atletas novos devem ser contratados até o começo de 2017.

A diretoria corintiana, porém, tem avisado à torcida que não vai trazer nomes de peso por falta de dinheiro. Este ano, o clube investiu mais de R$ 60 milhões em reforços que não renderam o esperado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*