Economia, Notícias

VW fará utilitário compacto em São Bernardo a partir de 2020, diz Sindicato dos Metalúrgicos

VW fará utilitário compacto em S.Bernardo a partir de 2020, diz Sindicato dos Metalúrgicos
Pelo acordo aprovado, compartilhamento só será possível se produção chegar ao teto. Foto: Adonis Guerra/SMABC

O presidente da Volks­wagen para a América Latina, Pablo Di Si, foi evasivo ao ser questionado, em março, sobre se a fábrica de São Bernardo receberia a produção de mais um modelo – o terceiro – do pacote de 20 lançamentos previstos para o Brasil até 2020. “Trata-se de uma informação de médio prazo, que comunicaremos no momento adequado”, afirmou à época o executivo, durante cerimônia em comemoração aos 65 anos de atuação da marca no país.

Faltou combinar com o Sin­­dicato dos Metalúrgicos do ABC, que anunciou ontem (17) a produção de novo modelo na fábrica Anchieta a partir de 2020. Segundo a entidade, trata-se de um compacto com apelo de uti­­litário esportivo, ou “CUV”.

Dos 20 lançamentos previstos pela VW, cinco são utilitários esportivos. Dois já foram anunciados: o Novo Tiguan, produzido no México; e o T-Cross, que será feito na fábrica paraneaense de São José dos Pinhais.

Durante assembleia rea­lizada ontem, na planta An­chieta, os trabalhadores apro­­­va­ram acordo para fabri­car o CUV e a possi­bili­da­de de compartilhamento do excedente da produção de um de seus modelos com outra unidade.

Atualmente, São Bernardo produz a picape Saveiro, o hatch Polo e o sedã Virtus – os dois últimos frutos de investimentos de R$ 2,6 bilhões, anunciados pela Volks em agosto do ano passado.

Com a chegada de Polo e Virtus, a unidade retomou o segundo e terceiro turnos de produção e está perto do limite de sua capacidade. Segundo Di Si, atualmente saem da linha de montagem 1.036 carros por dia, 64 veículos abaixo do teto atual (1.100).

“(Pelo acordo) Só poderá ocorrer o compartilhamento caso a produção na planta Anchieta tenha atingido sua capacidade máxima”, disse em nota o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Wagner Santana, o Wagnão.

Também em nota, o sindicato lembrou que, em 2015, dentro do acordo que reverteu 800 demissões anunciadas pela Volkswagen em São Bernardo, foi assegurada a vinda de plataforma mundial para a unidade e, no ano seguinte, novo acordo garantiu a chegada de dois modelos – Polo e Virtus.

Especulações

Pouco se sabe sobre o utilitário compacto. Chamado internamente de A0 CUV, o modelo deve empregar a plataforma MQB-A0, versão mais barata da MQB adotada na dupla Polo/Virtus.

Especulações dão conta de que o modelo teria como rivais Honda WR-V e Chevrolet Onix Activ. Há quem diga, porém, que o CUV teria o mesmo porte do Renault Kwid.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*