Esportes, Futebol

Volta Redonda derrota Fluminense e complica a situação do Vasco na Taça Rio

Volta Redonda derrota Fluminense e complica a situação do Vasco na Taça Rio
O Fluminense, de Ganso, teve atuação apagada no Engenhão. Foto: Lucas Merçon/FFC

Deu tudo errado para o Fluminense na sua retomada pelo Campeonato Carioca após a paralisação de mais de três meses provocada pela pandemia do novo coronavírus. Também para o Vasco, agora em situação complicada na Taça Rio, o segundo turno do Estadual. No Engenhão, no Rio de Janeiro, o time tricolor foi derrotado pelo Volta Redonda por 3 a 0, pela quarta rodada, e não conseguiu a classificação antecipada às semifinais.

Com nove pontos, o Fluminense segue líder do Grupo B e tem a vaga praticamente garantida. Só ficará fora da semifinal se, nesta quarta-feira, for derrotado pelo Macaé na quinta e última rodada e o Madureira (terceiro colocado com seis) bater o Vasco, que é o quarto com cinco, tirando diferença de sete gols no saldo. O Volta Redonda está no meio deles, em segundo com sete, e só precisa vencer o Resende em casa para avançar.

Antes do jogo, como forma de protesto, os jogadores do Fluminense entraram em campo com camisas pretas para apoiar o movimento “Vidas Negras Importam” e criticar a volta aos jogos neste momento de pandemia da covid-19. Em campo, o Tricolor teve a reestreia de Fred, mas a falta de ritmo de jogo impediu melhor atuação do centroavante. Tanto que foi substituído no intervalo, quando a equipe já perdia por 1 a 0.

Logo nos primeiros instantes da partida, o Fluminense buscou o ataque, mas uma falha de posicionamento, aos cinco minutos, permitiu contra-ataque fatal do Volta Redonda. O meia Pedrinho chegou livre na entrada da área e contou com a falha do goleiro Muriel para fazer 1 a 0. A situação do Tricolor ficou pior aos 15, quando o lateral-esquerdo Egídio foi expulso ao dar entrada violenta em Wallisson.

Mesmo com um a menos, o Fluminense foi ao ataque e teve boas chances, mas a pontaria está ruim. Para o segundo tempo, o técnico Odair Hellmann arriscou com as entradas de Caio Paulista e Fernando Pacheco. Cada um deles perdeu uma oportunidade clara de gol e o castigo veio em seguida.

Aos 17 minutos, mais um erro defensivo do Fluminense. Oportunista, Saulo encontrou uma brecha na defesa tricolor para cabecear e deixar o Volta Redonda ainda mais na frente: 2 a 0. Bem organizado, o time visitante completou sua grande noite com novo momento inspirado de Saulo. Após Marcelo perceber novo clarão defensivo, o atacante tocou na saída de Muriel para decretar o placar de 3 a 0.

FLUMINENSE 0 x 3 VOLTA REDONDA

Gols: Pedrinho, aos 5 minutos do primeiro tempo; Saulo, aos 18 e aos 44 minutos do segundo tempo. Árbitro: Bruno Arleu de Araújo. Expulsão: Egídio (Fluminense).  Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

FLUMINENSE

Muriel; Gilberto, Nino, Matheus Ferraz e Egídio; Yago Felipe (Fernando Pacheco), Hudson e Paulo Henrique Ganso (Michel Araújo); Marcos Paulo (Orinho), Fred (Caio Paulista) e Evanilson (Miguel). Técnico: Odair Hellmann.

VOLTA REDONDA

Douglas Borges; Oliveira, Heitor, Daniel (Luan Leite) e Luiz Paulo; Bruno Barra, Wallisson (William), Marcelo e Bernardo (Saulo); Pedrinho (Marcos Bebê) e João Carlos (Luan Martins). Técnico: Luizinho Vieira.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*