Economia, Notícias

Volks confirma que fábrica Anchieta voltará a operar em três turnos até o final do ano

Polo começou a ser produzido no mês passado na fábrica de São Bernardo. Foto: Divulgação/VWApós anunciar investimento de R$ 2,6 bilhões para o desenvolvimento e a produção do Novo Polo e do sedã Virtus na unidade Anchieta, em São Bernardo, a Volkswagen confirmou ontem (4) aquilo que seu presidente, David Powels, havia adiantado em meados de agosto, durante evento na fábrica: até o final deste ano, a planta do ABC voltará a operar em três turnos de produção, o que não ocorre desde julho de 2015.

Segundo a montadora, o retorno da produção à capacidade total será gradual e acompanhará a curva de aceleração de produção do novo Polo. Em agosto, a fábrica voltou a operar cinco dias na semana e encerrou o uso do Programa Seguro Emprego (PSE) antecipadamente.

O PSE figura entre medidas de flexibilização da jornada de trabalho utilizadas pela Volks nos últimos meses visando a adequação da mão de obra à retração nas vendas do setor automotivo.

Em agosto, além de voltar a operar em cinco dias na semana, a fábrica Anchieta deixou de produzir o Gol, para dar a exclusividade da fabricação do hatch à unidade de Taubaté, no Vale do Paraíba. A picape compacta Saveiro continua a ser produzida em São Bernardo.

“Dessa forma, consegui­remos ter ainda mais produtividade em nossas unidades, com maior foco logístico e maior eficiência”, afirmou em comunicado Powels, que preside a Volkswagen do Brasil e América do Sul.

“As medidas de flexibilização para a administração do efetivo, asseguradas pelos acordos firmados com os sindicatos de trabalhadores em todas as nossas fábricas, são importantíssimas e nos permitem responder adequadamente às variações de mercado”, reforçou o vice-presidente de Recursos Humanos da Volkswagen do Brasil, Nilton Junior.

O Novo Polo começou a ser produzido em agosto deste ano e gradualmente tem acelerado sua produção, graças à grande expectativa de concessionários e consumidores para a chegada do produto às lojas, o que ocorrerá em novembro.

MQB

Polo e Virtus empregam a plataforma batizada pela montadora de MQB, que já foi aplicada no hatch médio Golf e dará origem a outros dois modelos a serem produzidos no Brasil: um utilitário esportivo (SUV) e uma picape média. O objetivo da VW é renovar totalmente seu portfólio de modelos até 2020.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*