Copa Paulista, Esportes

Vilar vê confiança de volta ao torcedor do São Caetano

Vilar: “Sinergia com a torcida é importante para o clube atingir seus objetivos”Com a vitória por 1 a 0 sobre o Esporte Clube São Bernardo, obtida no último fim de semana, o São Caetano ga­rantiu presença na decisão da Copa Paulista. Mais do que is­so, assegurou também participação em uma competição nacional na próxima temporada.

Com a vaga na decisão, a torcida do Azulão também po­de vislumbrar o retorno aos tempos vitoriosos do clube. Pelo menos essa é a visão do técnico Marcelo Vilar, que des­tacou a confiança devolvida ao torcedor com a classificação diante do Cachorrão.

“Eu fico muito feliz (com a vaga na final). Essa sinergia com a torcida é importante para que o time consiga seus objetivos. Claro que, dentro de campo, os jogadores precisam corresponder para receber esse apoio. Conheço a história do São Caetano e, para voltar a ser o time de outrora, é preciso o apoio da torcida”, explicou.

O São Caetano já garantiu sua melhor campanha na Copa Paulista ao assegurar presença na final. Até então, o melhor desempenho do Azulão nesta competição havia sido o de 2016, quando foi eliminado pe­la Ferroviária na semifinal.

ATENÇÃO TOTAL

Para conquistar o título ainda inédito na galeria de conquistas do São Caetano, o técnico Marcelo Vilar cobrou atenção total ao XV de Piracicaba, adversário na final.

“Tudo pode acontecer na final. Vamos trabalhar para que os detalhes estejam a nosso favor e, assim, consigamos sair vencedores ao término dos dois jogos. Queremos oferecer esse presente a nossa torcida”, afirmou o técnico.

O primeiro confronto da final da Copa Paulista está marcado para o próximo sábado (9), às 18h, no estádio Barão de Serra Negra, em Piracicaba. A volta está marcada para o sábado seguinte, às 17h, no estádio Anacleto Campanella.

Os dois jogos contarão com a transmissão do Fox Sports e da FPF TV.

 

Azulão tem melhores aproveitamento e defesa

São Caetano e XV de Piracicaba chegaram à final da Copa Paulista com campanhas quase idênticas. O time do ABC somou 49 pontos nas fases ante­riores, apenas três a mais do que o time piracicabano. Porém, nos números mais detalhados, as diferenças aparecem.

O São Caetano tem a me­lhor defesa da competição, tendo sofrido apenas 14 gols em 24 jogos (média de 0,58). O time saiu de campo sem ser vazado em 13 partidas e em apenas três sofreu mais de um gol.

A equipe também se des­taca como visitante, tendo 69,4% de aproveitamento. O desempenho é até melhor do que quando atua no Anacleto Campanella, onde conquistou 66,7% dos pontos disputados.

Por sua vez, o Nhô Quim lidera as estatísticas opostas. A equipe alvinegra foi a que mais balançou as redes no torneio, com 38 gols em 24 jogos (média de 1,58) e em apenas quatro partidas saiu de campo sem vasar o gol adversário.

Atrás do Azulão na classificação geral, o XV mostrou-se mais forte como mandante. No Barão de Serra Negra, a equipe tem 77,8% de aproveitamento em 12 jogos. Como visitante, po­rém, conseguiu metade dos pon­tos.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*