Brasil, Editorias, Notícias

Viaduto da principal via de Brasília desaba; não há relatos de vítimas

Trecho do Eixão, via expressa estratégica em Brasília, desabou na manhã desta terça (6). Parte de um viaduto atingiu quatro carros e um restaurante popular, mas não deixou vítimas, segundo as autoridades. A estrutura havia sido um dos alvos de auditoria do Tribunal de Contas do Distrito Federal que apontava em 2012 a necessidade de “manutenção/reparos urgentes”.

O relatório dizia que a estrutura estava comprometida por rachaduras e infiltração de água da chuva – e citava outros seis locais de Brasília que precisavam de conservação, incluindo duas das mais movimentadas pontes da cidade.

Desde então, o tribunal vinha reiterando determinações para que o governo do DF colocasse em prática plano de conservação de bens e monumentos públicos e destinasse recursos para essa ação, o que não foi cumprido integralmente, diz a corte.
No momento do acidente, por volta das 11h30, estavam só 15 clientes no restaurante por quilo que funciona sob o Eixão e que chega a atender 300 pessoas, segundo a proprietária, Pavleska Miranda.

Mesas do restaurante ficaram debaixo dos escombros, mas não houve feridos. Pavleska disse que já havia feito diversas queixas ao governo sobre a manutenção do viaduto.

O guardador de carros Raimundo Nonato Santana, 52, que disse ter presenciado o desabamento, afirmou que a estrutura vinha “rangendo” nos últimos meses. Santana trabalha há mais de 30 anos no local. “Antes escutei o zinco ‘estralando’. Avisei a menina (do restaurante vizinho), ‘ó, alguma coisa está acontecendo ali’. (…) Caiu a parte primeiro, depois veio caindo em câmera lenta, disse.

O vendedor Fernando Francisco da Silva, 38, é dono de um dos carros soterrados, um Palio de 2015. Afirmou que não estava com o seguro em dia e que pretende acionar o governo. “Amigos me ligaram e comentaram, e vim correndo. Às vezes ficava esperando dentro do carro até dar o horário de visitar os clientes.”

Obras

Mais conhecido como Eixão, o Eixo Rodoviário de Brasília liga os extremos das asas sul e norte, que são os principais bairros de Brasília. No centro da cidade, cruza com o Eixo Monumental, outra via importante do Plano Piloto e na qual estão as sedes dos ministérios e os prédio do Supremo Tribunal Federal e do Palácio do Planalto.

O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) disse que o local do Eixão onde ocorreu o desabamento será interditado até o próximo dia 19 para avaliação das causas da queda e porque ainda há risco de desabamento em outras partes do viaduto.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*