Editorias, Notícias, Veículos

Versão Allspace incorpora atualizações apresentadas pela VW no Tiguan em 2020

Versão Allspace incorpora atualizações apresentadas pela VW no Tiguan em 2020
Versão alongada, que responde por 55% das vendas mundiais do Tiguan, adota as mesmas linhas vistas na configuração menor, com destaque para o para-choque. Foto: Divulgação

DANIEL DIAS
AutoMotrix

O Volkswagen Tiguan re­cebeu atualizações no ano pas­sado e, agora, chega a vez de a versão de entre-eixos alongado, a Allspace, ganhar revisão em seu design. Além da aparência, o modelo recebeu recursos mais sofisticados, como o IQ.Light, faróis de Matrix LED interativos e painéis de toque para controlar o ar-condicionado au­tomático padrão. A versão XL do Tiguan Allspace pode, sob encomenda, ser adaptada para se tornar um SUV com sete lugares ou ter 1.920 litros de espaço de armazenamento no porta-malas. A expectativa é de que chegue ao Brasil em 2022.

Na Alemanha, o SUV “esticado” estará disponível nos novos pacotes de especificação Life, Elegance e R-Line. Ao lado de um novo design para o exterior, a versão longa apresenta características técnicas avançadas, como os novos sistemas de controle e assistência que garantem mais conveniência e gama de servi­ços e funções online a bordo.

Desde seu lançamento, em 2007, o Tiguan passou de qua­se “irmão menor” do Toua­reg a um dos utilitários espor­tivos mais vendidos do mundo. Uma das principais razões para esse sucesso foi o lançamento, em 2017, do Tiguan Allspace, versão 22 cm mais longa. Cerca de 1,5 mi­lhão de unidades da variante Long Wheel Base (LWB) foram vendidos desde seu lançamento até mar­ço deste ano.

A atualização técnica e visual do Tiguan em 2020 abriu o próximo capítulo da história de sucesso. O Allspace recebeu o mesmo tratamento e agora tem visual mais definido, cockpit digital e conectividade abrangente. O novo Tiguan será produzido em dois locais. Para o mercado chinês, a versão “normal” será fabricada em Xangai, enquanto as configurações LWB (distância entre-eixos longa) para as Américas do Norte e do Sul e o Allspace para a Europa serão feitos em Puebla, no México. Em todo o mundo, a configuração alon­gada responde por 55% do mix de vendas do modelo.

A gama de motores do Allspace é praticamente idêntica à do Tiguan padrão. A motori­zação a gasolina abre com opção turbo de 1,5 litro e quatro cilindros, com 148 cavalos de potência e 26 kgfm de torque binário. É equipado com o sistema de gerenciamento de cilindro ativo da Volkswagen, que pode desligar dois cilindros para melhor economia de combustível.

Acima, há o propulsor de quatro cilindros turboalimentada de 2,0 litros disponí­vel em duas variantes. O modelo mais barato tem 187 cv, enquanto a top de linha tem a mesma potência de 242 cv do Golf GTI. Ambas as opções são equi­padas com transmissão auto­mática de sete velocidades e tração nas quatro rodas.

O consumidor também po­de escolher entre duas opções a diesel, com base na mesma unidade de quatro cilindros turboalimentada 2.0. Uma produz 148 cv, enquanto a outra tem 197 cv, ambas equipadas de série com uma caixa automática de sete marchas. A versão a diesel mais potente traz como padrão a tração nas quatro rodas, embora o sistema possa estar no modelo com menos potência como opcional.

A Volkswagen promete ain­da a introdução de uma versão e-Hybrid do Tiguan Allspace, com o mesmo propulsor turbo a gasolina 1,4 litros de quatro cilindros somado a um motor elétrico de 242 cv do Golf GTE Mk8 PHEV. Por outro lado, o motor a gasolina de 2,0 litros de 316 cv do Tiguan R não chegará ao Allspace, pois a montadora alemã entende que o foco do modelo alongado es­tá na capacidade de en­fren­tar grandes viagens em detrimento do desempenho.

A Volkswagen reconfigurou a gama de equipamentos do Tiguan Allspace. A versão Elegance tem elementos cromados no interior e no exterior e rodas de liga leve de 19 polegadas. Os amantes da esportividade podem encomendar o Allspace R-Line, com volante esportivo multifuncional em couro com operação por toque e logotipo “R-Line”, acabamentos decorativos em Cinza Carbono, Digital Cockpit Pro e rodas de 19 ou 20 polegadas. No quesito conforto, os bancos dianteiros podem ser encomendados na versão ErgoActive, com ajuste elétri­co do apoio lombar de quatro vias e função de massagem.

As funções de ar-condicionado, aquecimento e ventilação – todos automáticos – têm três zonas, operadas por meio de novo módulo digitalizado no console central. Os painéis de toque e os controles deslizantes substituem os botões giratórios. O motorista pode optar por receber “feedbacks” pelo head-up display colorido (informações projetadas no para-brisa para diminuir a distração do motorista), com informações relacionadas à direção no seu campo de visão. O sistema Trailer Assist opcional auxilia o motorista ao manobrar um reboque. O peso máximo do trailer é de 2,5 toneladas com a tração integral 4Motion.

A direção parcialmente automatizada é possibilitada pelo IQ.Drive Travel Assist, usado pela primeira vez no Tiguan Allspace. Dependendo da situação, o sistema pode assumir a direção, a frenagem e aceleração em velocidades até 210 km/h. Para isso, o Travel Assist inclui o Adaptive Cruise Control (ACC) para orientação longitudinal e o Lane Assist (instalado de série) para orientação lateral.

CONECTIVIDADE

Para a conectividade in­te­­ligente, o Tiguan Allspace apre­senta uma série de novos sis­temas de infoentretenimen­to (MIB3 de nova geração), li­gados a uma gama de servi­ços online. Uma Unidade de Conectividade Online com eSIM integrado permite que os usuários se beneficiem dos serviços de We Connect (configurado para um período de uso ili­mi­tado) e de We Connect Plus (pa­ra utilização gratuita por um ou três anos na Europa). O sistema MIB3 é comple­men­­tado com recursos como con­tro­le de voz, acesso a serviços de strea­ming e persona­lização basea­da em nuvem via Volks­wagen ID. Os aplicativos podem ser integrados sem fio via App-Con­nect Wireless pa­ra Apple Car­Play e Android Auto.

O sistema de som Harman Kardon tem subwoofer, amplificador digital de 16 canais, oito alto-falantes e amplificador com saída total de 480 watts. Trata-se de conjunto que, se­gundo a fa­bricante norte-ame­ricana de equipamentos de áu­dio premium, produz agudos cris­talinos e graves profundos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*