Política-ABC, Regional, Sua região

Vereadores do ABC que defendem a causa animal criam Frente Parlamentar

Martins, Figueiredo, Ana e Cartola integram a Frente. Foto:Reprodução/Facebook
Martins, Figueiredo, Ana e Cartola integram a Frente. Foto:Reprodução/Facebook

Vereadores eleitos e reeleitos do ABC que defendem a causa animal se reuniram em Santo André e criaram a Frente Parlamentar de Proteção e Bem-Estar Animal. A reunião, que aconteceu na Câmara andreense e foi iniciativa da vereadora Dra. Ana Veterinária (DEM), já deliberou a primeira ação, um documento solicitando ao Consórcio Intermunicipal ABC a criação do Grupo de Trabalho (GT) exclusivo da causa animal.

Participaram do encontro, além da vereadora andreense, os vereadores Pery Cartola (PSDB) de São Bernardo; Ubiratan Figueiredo (PSD) de São Caetano; e Alessandro Martins (PDT) de Mauá. A vereadora de Ribeirão Pires, Amanda Nabeshima PTB), não esteve presente por motivo de saúde, mas faz parte do grupo.

“As sete cidades do ABC têm, na sua grande maioria, os mesmos problemas quando o assunto é proteção animal, seja doméstico ou silvestre. Termos o Consórcio ao nosso lado nessa luta é extremamente importante, pois juntos os municípios terão mais força na busca de soluções”, disse Dra. Ana Veterinária.

“Até hoje a proteção animal era tratada dentro do GT Saúde, mas hoje se faz necessário um grupo específico do tema, mesmo se saúde humana e saúde animal caminharem juntas”, afirmou a democrata.

 REPRESENTANTES

A Frente Parlamentar pretende ainda convidar representantes das cidades de Diadema e Rio Grande da Serra, que não possuem vereadores da causa, para compor o grupo. “Vamos trabalhar a criação de estatutos municipais, de acordo com as realidades de cada cidade, e padronizar ações”, destacou Pery Cartola, vereador que ocupa a Secretaria de Cidadania e da Pessoa com Deficiência e Proteção Animal de São Bernardo.

Os vereadores definiram também que as reuniões de trabalho da Frente Parlamentar acontecerão uma vez por mês, com sede rotativa. “De comum acordo a próxima será em São Caetano”, ressaltou Figueiredo.

Para Alessandro Martins, a ideia de trabalhar políticas públicas de forma regional é uma ferramenta importante e envolver a iniciativa privada, sempre que possível, é outra ideia do grupo. Segundo os integrantes da Frente Parlamentar, a troca de experiências vividas pelos vereadores em suas cidades é outro fator determinante na futura atuação do grupo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*