Diadema, Política-ABC, Sua região

Vereador Rodrigo Capel abre mão de carro oficial e celular

Capel: “neste segundo mandato vou me dedicar mais à fiscalização”. Foto: Divulgação
Capel: “neste segundo mandato vou me dedicar mais à fiscalização”. Foto: Divulgação

O vereador de Diadema Rodrigo Capel (Cidadania) anun­ciou esta semana que vai abrir mão do carro oficial, do celular e da gasolina a que tem direito como parlamentar. Segundo Capel, ao abrir mão dos benefícios a economia, nos próximos quatro anos, ficará em torno de R$ 115 mil. Em entrevista ao Diário Regional, o vereador afirmou que esse recurso poderá ser direcionado a demandas da população.

Rodrigo Capel foi o segundo vereador mais bem votado na cidade no último domingo (15), ao conquistar 4.647 votos, e voltará em 2021 para mais quatro anos no Legislativo.

“Creio que como parlamentares temos de dar exemplo. Eu posso trabalhar com meu carro particular, posso pagar pelo meu celular e pela gasolina que uso. Não tem sentido, no momento que estamos vivendo e com tantas pessoas desempregadas, termos esses benefícios. Sei que não é um valor muito expressivo, mas ele pode ser utilizado de outra forma, em demandas da população”, afirmou.
Capel destacou que gostaria que sua atitude sirva de exemplo para outros parlamentares. “Dessa forma, o valor que devolveríamos para a prefeitura seria maior, beneficiando mais pessoas”, pontuou.

Questionado sobre a expressiva votação que recebeu, Capel afirmou que os diademenses foram muito generosos com ele no último domingo. “Quero agradecer a generosidade da população. Porém, acredito que seja decorrência do meu tra­balho. Gosto de resolver, realmente, os problemas das pessoas que me procuram. Também procuro estar sempre à disposição da população”, ressaltou.
Para os próximos quatro anos, Capel pretende intensificar a fiscalização das leis já implementadas na cidade. “Vou ser ainda mais atuante no sentido de fiscalizar. Quero também me dedicar a projetos meus que acredito que possam ser melhorados, além de me voltar à regularização de moradias, que acredito que está estagnada”, pontuou.

SEGUNDO TURNO

Em relação ao segundo turno das eleições, que será rea­lizado no próximo dia 29, Capel afirmou que o partido ainda está decidindo qual posicionamento vai adotar. O Cidadania compunha o arco de alianças do candidato go­vernista Revelino Almeida, o Pretinho (DEM), que ficou em quarto lugar no primeiro turno.

A segunda etapa do pleito em Diadema terá o petista José de Filippi, que tenta o quarto mandato, e Taka Yamauchi, do PSD.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*