Economia, Notícias

Vendas de veículos novos caem 15,7% em fevereiro

Setor deve crescer 3,1% este ano, prevê Fenabrave. Foto: Valter CampanatoAs vendas de veículos novos no Brasil tiveram queda de 15,7% em fevereiro na comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), divulgados ontem (1º).

Em fevereiro, foram emplacados 204.938 automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motos e implementos rodoviários no país, com queda de 8,6% em relação a janeiro, mês que te­ve quatro dias úteis a mais.

No acumulado do ano até fevereiro, a queda nas vendas de veículos chega a 14,9% na comparação com os dois primeiros meses de 2016, para pouco mais de 429 mil unidades.

Quando são considerados apenas automóveis e comerciais leves, foram vendidas 132,4 mil unidades em fevereiro, recuo de 6,8% em relação ao mesmo mês de 2016 e de 7,8% ante janeiro. No acumulado do ano (276 mil unidades), a retração nesses dois segmentos é de 5,4%.

Para o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, os quatro dias úteis a menos em fevereiro se somam ao efeito sazonal do início de ano, historicamente marcado por vendas mais fracas. “Porém, já observamos melhora na média de vendas diárias, que cresceu 12,7% em fevereiro, chegando a 7.356 automóveis e comerciais leves emplacados todos os dias”, disse o executivo, em comunicado, destacando que, não fossem os quatro dias a menos, o resultado seria diferente.

Assumpção Júnior afirmou que o mercado automotivo vai experimentar retomada neste ano, com expansão de cerca de 3,1% nas vendas, considerando todos os segmentos. O segundo semestre, avaliou, deve registrar crescimento mais sólido nas vendas. “Dificuldades como essas, agregadas ao baixo nível de confiança, fizeram com que as famílias e as empresas se retraíssem em relação ao consumo, retardando a tomada de decisão para a compra de veículos novos”, disse.

Pesados

Os resultados são mais desanimadores no segmento de veículos pesados. Segundo a Fenabrave, as vendas de caminhões e ônibus somaram 3.258 unidades em fevereiro, queda de 10,7% ante janeiro e de 30,9% contra o mesmo mês do ano passado. No acumulado do primeiro bimestre, foram licenciados 6.905 unidades, recuo de 33% ante o volume emplacado no mesmo período de 2016.

A projeção da Fenabrave para o segmento de caminhões e ônibus é de crescimento de 3,15% neste ano. Para motocicletas, a expectativa é de alta de 4%.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*