Últimas Notícias

Um terço das praias do litoral sul e da Baixada estão impróprias para banho

Os turistas que escolheram a Baixada Santista e o litoral sul de São Paulo como destino para o feriado de Carnaval devem ficar atentos.Uma em cada três praias da região está imprópria para banho. Segundo levantamento semanal da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), 18 dos 54 pontos de monitoramento estão sujos.

A cidade mais prejudicada pela poluição é Mongaguá, com cinco de suas sete praias consideradas inadequadas. Quem estiver por lá deve evitar as praias Agenor de Campos, Itaóca, Flórida Mirim, Santa Eugênia e Vera Cruz.

Na Praia Grande, os turistas não devem frequentar as praias de Jardim Solemar, Maracã, e Real. Em Santos, a Cetesb não recomenda o banho em José Menino e Embaré. Em São Vicente, a Prainha e a Gonzaguinha também estão sujas.

A Prefeitura de Mongaguá diz que a poluição deve-se ao aumento das chuvas nas últimas semanas. O município afirma que mantém ações de combate a vazamento de esgoto e fiscaliza ligações clandestinas que despejam dejetos em rios.

A Prefeitura da Praia Grande afirma ter realizado modernização no sistema de captação de água da chuva no trecho Forte/Mirim e a reforma desse sistema no trecho Mirim/Solemar.

A Secretaria do Meio Ambiente de Guarujá diz que a poluição na praia da Enseada deve-se “provavelmente a esgoto clandestino”. Segundo nota, o secretário Sidnei Aranha pediu à Sabesp para realizar o serviço de “caça-esgoto”, a fim de resolver o problema.

As prefeituras de Santos e Itanhaém informaram que o saneamento é controlado pela Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). Procurada pela reportagem, a Sabesp informou que “diversos fatores são determinantes na qualidade das praias”. A companhia diz que todo o material carregado pela chuva vai para o sistema de drenagem urbana, “cuja responsabilidade é do município”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*