Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

UBSs abrem sábado para ação de prevenção ao câncer

As 34 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de São Bernardo estarão abertas amanhã (8), das 8h às 17h, exclusivamente para a realização da Campanha de Prevenção do Câncer de Mama e de Colo do Útero, os dois tipos mais comuns entre as mulheres e com grandes chances de cura se diagnosticados no estágio inicial. Durante todo o dia, serão agendadas mamografias para as pacientes que integram os grupos de risco e também serão coletados os exames de papanicolau. As atividades fazem parte do Outubro Rosa, mês de mobilização em prol da saúde feminina.

Para receber atendimento neste sábado não é necessário agendamento prévio. Além da marcação de exames, os profissionais de saúde nas UBSs darão orientações sobre como realizar o autoexame e identificar os primeiros sinais do câncer de mama. “O autoexame deve ser feito até dez dias após o início da menstruação. Ao apalpar as mamas, a mulher deve estar atenta à presença de nódulos e abaulamentos. Além disso, é preciso observar se há alterações nos mamilos, na textura e coloração da pele, e ainda se há secreção espontânea”, explicou o coordenador médico do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM), Rodolfo Strufaldi.

Strufaldi destacou que a mamografia é indicada anualmente para mulheres com 50 anos ou mais, independentemente dos sintomas, segundo recomendação do Ministério da Saúde. Para pacientes com menos de 50 anos, o procedimento é solicitado quando há suspeita de nódulos ou histórico familiar.

A hereditariedade está associada a menos de 10% dos casos de câncer de mama; há outros fatores que podem aumentar o risco de desenvolver a doença, como tabagismo, sedentarismo, obesidade e consumo excessivo de álcool. A identificação precoce amplia as chances de cura em 95% dos casos.

Colo do útero

Já o câncer de colo do útero é assintomático e causado principalmente pelo papilomavírus humano (HPV), sexualmente transmissível. A citologia, popularmente conhecida como exame de papanicolau, identifica esse e outros tipos de alterações e deve ser feita todos os anos por todas as mulheres que já iniciaram a vida sexual. “Quando há sangramentos ligados à infecção pelo HPV é porque a doença já está em estágio bastante avançado. Daí a necessidade de manter a prevenção em dia”, alerta o especialista.

Usuárias que apresentarem alteração no exame de mamografia serão encaminhadas diretamente para consulta com mastologista no CAISM. Não há fila de espera para o atendimento na especialidade. Já o resultado da citologia deve ser retirado na UBS onde a coleta foi realizada.

Intensificada em duas datas do ano, no mês de março e durante o Outubro Rosa, a campanha de prevenção do câncer de mama e de colo do útero é uma atividade permanente na rede municipal de Saúde. Anualmente, são realizadas cerca de 50 mil citologias e 27 mil mamografias.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*