Saúde e Beleza

UBS Jardim Mauá registra 74% de índice de aleitamento materno em crianças com até 3 meses

Estudo foi realizado por residentes de pediatria da rede pública de saúde. Foto: Evandro Oliveira/PMM
Estudo foi realizado por residentes de pediatria da rede pública de saúde. Foto: Evandro Oliveira/PMM

A OMS (Organização Mundial da Saúde) e o Ministério da Saúde recomendam a amamentação até os 2 anos e, de forma exclusiva, nos seis primeiros meses de vida.

O leite materno é o melhor alimento para os bebês. Nutre, protege de doenças e reduz a mortalidade infantil. Estudo feito por residentes de pediatria da rede pública de saúde, apresentado no 40º Congresso Brasileiro de Pediatria, realizado este mês em Natal (Rio Grande do Norte), apontou que a UBS (Unidade Básica de Saúde) Jardim Mauá registra índice de amamentação de 74% em crianças de até 3 meses de idade – 17 de 23.

Entre as crianças de 3 a 6 meses, a taxa de aleitamento na unidade chegou a 60% — nove crianças de um total de 15.

A pesquisa foi feita a partir da análise de prontuários de 56 pacientes recém-nascidos e lactentes (bebês que estão sendo amamentados) até 1 ano de idade no serviço ambulatorial pediátrico da UBS.

Para incentivar o aleitamento, durante as consultas na unidade as pacientes recebem orientações e também aprendem técnicas de como alimentar seus bebês. Já na semana do aleitamento materno, em agosto, são realizadas palestras buscando a conscientização das mulheres.

O aleitamento materno ajuda a evitar doenças como diarreia, infecções respiratórias e alergias, além de risco de desenvolver hipertensão, colesterol alto, diabetes e obesidade na vida adulta. Também é capaz de diminuir em até 13% os índices de mortes de crianças com menos de 5 anos.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) e o Ministério da Saúde recomendam a amamentação até os 2 anos e, de forma exclusiva, nos seis primeiros meses de vida.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*