Editorias, Notícias, São Paulo

Transpetro simula vazamento de gasolina causado por tentativa de furto

Em abril, tentativa de furto em Santo André resultou em vazamento de diesel. Foto: Divulgação/Suelen MagalhõesA Transpetro realizou, ontem (13), treinamento com moradores do Jardim Esmeralda (região do Butantã), em São Paulo, durante simulação de vazamento de gasolina causado por uma tentativa de furto de combustível em oleoduto. O objetivo é alertar sobre os riscos desse crime, entre eles incêndio e explosão. Cerca de 200 pessoas participaram da atividade que visa também a preparar os moradores para situações de emergência.

Nos primeiros cinco meses deste ano a companhia registrou 78 intervenções clandestinas nos dutos que opera em todo o país. No Estado de São Paulo foram contabilizadas 27 ocorrências, sendo que 14 delas resultaram em algum tipo de vazamento. Em abril, tentativa de roubo em um duto de diesel da Petrobrás, em Santo André, terminou com vazamento do combustível.

O gerente geral de Segurança e Contingência da companhia, Nelson Barboza, afirmou que o simulado é um excelente passo para envolver a comunidade e os órgãos públicos para uma ação eficaz contra intervenções indesejadas. “É um momento importante para divulgar nosso telefone 168 a todos os que vivem junto de nossas faixas de dutos”.

O gerente do setor de atendimento à emergência da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), Jorge Luiz Gouveia, avaliou que além da participação dos órgãos públicos, foi muito importante a presença da comunidade e da imprensa. “Assim eles têm uma real dimensão de um vazamento em caso de furto de combustível e das ações dos técnicos para combater o problema”, pontuou.

A aposentada Edith de Oliveira mora há 48 anos perto da faixa de dutos e revelou que já conhecia o telefone 168 e sabia como acionar a empresa. “Com o simulado, tive um conhecimento ainda melhor, que quero passar para os meus netos para que também passem a tomar conta do nosso pedaço”, disse.

Toda a ação contou com a parceria dos seguintes órgãos: Cetesb, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Guarda Civil Metropolitana, Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), SAMU e AES Eletropaulo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*