Economia, Notícias

Trabalhadores da Kostal fazem passeata contra fechamento de fábrica em São Bernardo

Trabalhadores da Kostal fazem passeata contra fechamento de fábrica em S.Bernardo
Funcionários de várias empresas da base do sindicato se uniram à manifestação. Foto: Adonis Guerra/SMABC

Os trabalhadores da Kostal, fabricante de autopeças com unidade em São Bernar­do, fi­ze­ram ontem (10) passeata pe­las ruas do bairro Taboão com objetivo de tentar reverter o fe­chamento da planta, que em­prega cerca de 300 pessoas.

Funcionários de várias fá­bricas da base do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC pres­taram solidariedade e se uniram à manifestação. Segundo a entidade, os trabalhadores tomaram os cuidados de higiene, com uso de máscaras e álcool gel durante o percurso, e foram alertados sobre a importância do distanciamento entre os trabalhadores.

A fábrica, de matriz ale­mã, comunicou ao sindicato a decisão de fechamento da planta no fim de semana e, desde segunda-feira, os tra­ba­lhadores seguem em greve. Além do ABC, a Kos­tal possui fábricas em Cravinhos, no Interior paulista, e em Manaus (AM).

Segundo o presidente do sindicato, Wagner Santana, o Wagnão, a matriz da Kos­tal está inflexível em sua decisão e estuda se vai centralizar a produção em Cravinhos ou importar tudo do México, que tem acordo de livre comércio com o Brasil. A entidade solicitou uma reunião com a matriz do grupo na Alemanha, a fim de tentar reverter a decisão.

“A ação da Kostal é puro oportunismo. A pandemia da covid-19 está camuflando a situação para que as mazelas que se abatem sobre a classe trabalhadora não sejam noticiadas. Temos de sair às ruas, mostrar que restaurantes, comércios e serviços serão todos afetados por uma decisão dessas”, disse Wagnão.

Os trabalhadores seguem parados. Na última terça-feira, a direção do sindicato conversou com o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), que se comprometeu a conversar com a direção da empresa.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*