Editorias, Notícias, Veículos

Toyota lança linha 2023 do Yaris, que ganha status de carro de entrada da marca no Brasil

Toyota lança linha 2023 do Yaris, que ganha status de carro de entrada da marca no Brasil
Toyota investiu em uma discreta reestilização visual na linha 2023 do Yaris, que também incorpora mais equipamentos e tecnologias. Foto: Divulgação/Toyota

DANIEL DIAS
AutoMotrix

Em março de 2021, uma decisão da Toyota do Brasil redefiniu os rumos do Yaris no país. A marca encerrou a ofer­ta do Etios para o mercado bra­sileiro e manteve o modelo em linha na planta de Soroca­ba (SP) apenas para exportação a alguns países da América do Sul.

Com isso, o Yaris – produzido no Japão a partir de 1999 e que desde 2018 passou a ser fabricado também em Sorocaba – assumiu novo protagonismo dentro do portfólio. Ao herdar a estratégica função de carro de entrada da Toyota, passou a dividir os melhores lugares nas vitrines das concessionárias com as três “estrelas” da marca: a picape média Hilux, com 3.824 emplacamentos mensais em 2021; o sedã médio Corolla, com 3.491, e o utilitário espor­tivo médio Corolla Cross, que começou a ser vendido em abril e, nos últimos nove meses do ano, obteve a média de 3.806 unidades.

Para enfrentar a concorrência, especialmente o recém-renovado City da arquirrival Honda, o Yaris antecipou a apresentação da linha 2023 tanto do hatchback quanto do sedã, que já desembarcaram nas concessionárias na semana passada. A meta é superar o desempenho de 2021 e se aproximar dos três puxadores de vendas da marca. De janeiro a dezembro, o Yaris teve 21.126 unidades comercializadas da configuração hatch, enquanto a sedã fechou com 12.436, com médias mensais de 1.760 e de 1.035 empla­camentos, respectivamente.

Para alcançar um volume de vendas equiparável aos da Hilux e dos dois Corolla, a Toyota investe em uma discreta reestilização visual na linha 2023 do Yaris, que também incorpora mais equipamentos e tecnologias. O compacto estará disponível nas versões XL, XS e XLS nos dois tipos de carroceria, todas equipadas com a transmissão automática CVT com simulação de sete marchas. Todas as versões passam a contar com o motor 1.5 Flex Dual VVT-i – antes, a família utilizava um propulsor 1.3 nas configurações de entrada.

Os preços do novo Yaris partem de R$ 92.190 na versão XL hatch e de R$ 93.390 na XL sedã; de R$ 101.490 na XS hatch e de R$ 104.990 na XS sedã, e de R$ 112.690 na top de linha XLS hatch e de R$ 116.990 na XLS sedã. O mix de vendas previsto pela Toyota para as configurações, nos dois tipos de carroceria, é de 25% nas XL, de 50% nas XS e de 25% nas XLS.

A gama de cores do novo Yaris são vermelho, para o hatch; polar, Cinza Granito, Prata Lua Nova, Preto Infinito, Azul Titã e Branco Lunar, para todas as versões. Assim como os demais veículos da marca Toyota no Brasil, o novo Yaris conta com garantia de cinco anos ou de 150 mil quilômetros, o que ocorrer primeiro. Até os 60 mil quilômetros, o valor da revisão é R$ 4.309.

A Toyota caprichou no visual frontal do novo Yaris, dei­xando o carro com estilo bem mais esportivo e agressivo, sem perder a elegância de um veículo para a família. As linhas fica­ram mais fluidas e seguem o aspecto racional de uma cate­goria superior, com os para-choques dianteiros redesenhados. As rodas, de 15 polegadas, receberam novo desenho de dois tons nas versões top de linha tanto do hatch quanto do sedã. Para destacar a inspiração em um segmento superior, como o dos Corolla, todas as versões do Yaris 2023 contam com DRL (luzes de circulação diurna) em LED. Os faróis de neblina passam a ser em LED nas configurações XLS. Não houve qualquer alteração na traseira em ambas as configurações.

O Yaris 2023 oferece novos modos de condução para todas as versões. No Sport, o moto­rista muda a calibragem da transmissão, deixando as curvas de aceleração mais curtas e com respostas mais rápidas. Para quem busca mais economia, o modo Eco prioriza o baixo consumo de combustível e condução mais eficiente.

Segundo o Inmetro, com gasolina, o hatch faz 12,6 km/l na cidade e 13,8 km/l na estrada, enquanto o sedã, com o mes­mo tipo de combustível, faz 12,2 km/l na cidade e 13,6 km/l na estrada. O câmbio é do tipo CVT em todas as variantes, mas as XS e XLS contam ainda com abas localizados no volante pa­ra trocas de marcha sequenciais comandadas pelo motorista.

Algumas alterações foram feitas na calibração do motor e no sistema de armazenamento de combustível para redução das emissões de poluentes sem perder potência, que segue com 110 cavalos a 5.600 rotações por minuto e 14,9 kgfm de torque a 4 mil giros quando abastecido com etanol e 105 cv a 5.600 rpm e 14,3 kgfm de torque a gasolina, também a 4 mil giros.

Em termos de segurança, o Yaris traz desde seu lançamento no mercado nacional equipamentos como controles de tração e de estabilidade, assistente de subida em rampa, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD) e assistente de frenagem (BAS), cintos de segurança de três pontos e apoios de cabeça para todos os ocupantes e Isofix com ancoragem Top Tether de cadeiras infantis. Agora, toda a linha Yaris sai de fábrica com sete airbags (um de joelho, dois frontais, dois late­rais e dois de cortina) e avisos sonoros de cinto de segurança para passageiros traseiros.

Para as versões XS e XLS foram incorporados dois sistemas de segurança ativa da Toyota: o de Pré-Colisão, que emite alerta sonoro e visual ao moto­rista e fornece carga extra no sistema de frenagem, podendo auxiliar na redução da veloci­dade do veículo em caso de impacto; e o de Alerta de Evasão de Faixa, que emite um alerta sonoro quando o moto­rista sai da faixa de rolagem sem acionar os indicadores de mudança de direção (setas).

Ajustes internos

No interior, o Yaris 2023 incorpora novo estilo no revestimento dos bancos das versões XL e XS e a cor Dark Silver nos acabamentos, garantindo sensação de sofisticação aos ocupantes. Na central multimídia, todas as configurações – incluindo agora a de entrada XL – contam com tela de sete polegadas sensível ao toque, compatível com Android Auto e Apple CarPlay. Os passageiros do banco traseiro têm também duas entradas USB para carregamento de celulares e demais equipamentos eletrô­nicos. As XS e XLS somam ar-condicionado automático e digital, com filtro antipólen.

Nas duas versões top de linha, os consumidores têm uma visão privilegiada, graças ao teto solar elétrico, com acio­namento um toque e função antiesmagamento. Nas XS e XLS, o computador de bordo tem visor multifunção em tela de 4,2 polegadas em TFT de alta resolução com 16 funções: intensidade de brilho da tela, hodômetro total e parcial, tempo decorrido, consumo médio e instantâneo, autonomia, velocidade média, relógio, temperatura externa, posição de marcha, nível de combustível, velocímetro digital, Eco Wallet (cálculo do consumo conforme o estilo do motorista), luz de condução econômica e ranking de eficiência com histórico de consumo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*