Economia, Notícias

Toyota é a quarta montadora no ABC a parar por pandemia

Toyota é a quarta montadora no ABC a parar por pandemia
Fábrica de São Bernardo terá retorno previsto para 5 de abril. Foto: Arquivo

A Toyota do Brasil anunciou nesta quinta-feira a suspensão da produção a partir da próxima segunda-feira (29). As plantas de São Bernardo, Sorocaba e Porto Feliz têm retorno previsto para 5 de abril, enquanto a unidade de Indaiatuba retornará no dia seguinte.

Segundo a montadora, que emprega 5,6 mil trabalhadores no Brasil, a medida visa contribuir com a redução de circulação de pessoas no momento mais crítico da pandemia de covid-19 no país, além de atender a antecipação de feriados em algumas dessas cidades.

Antes da Toyota, Volkswagen, Mercedes-Benz e Scania já tinham comunicado paralisações espontâneas em unidades do ABC devido à crise sanitária. Fora da região, também interromperam a produção Nissan, Volvo e Volkswagen Caminhões.

A montadora tomou a decisão em conjunto com os sindicatos locais. “A unidade de São Bernardo é fornecedora para outras plantas da Toyota em Sorocaba e Porto Feliz e, mesmo em meio ao lançamento de um veículo (o Corolla Cross), cumprirá a antecipação de feriados na próxima semana”, afirmou o diretor administrativo do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Wellington Damasceno.

O dirigente revelou que empresas que fornecem para as montadoras procuraram o sindicato para buscar acordos e descumprir o decreto de antecipação dos feriados. “Nossa posição é seguir o decreto, proteger a vida dos trabalhadores e de suas famílias. Não vamos discutir acordos para empresas que queiram evitar o isolamento social”, ressaltou Damasceno.

DURA

Na Dura Automotive, fabricante de autopeças com planta em Rio Grande da Serra, de também não haverá produção na próxima semana. O retorno ocorre no dia 5 de abril.

“Neste momento crítico pelo qual o país passa, com mais de 3 mil pessoas por dia, temos o entendimento da necessidade do distanciamento social”, afirmou o coordenador da Comissão Sindical de Empresa (CSE) na Dura, André Nascimento, o Cabelo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*