Copa do Brasil, Esportes

Torcida do Flamengo protesta em aeroporto, mas delegação evita contato

Um grupo de cerca de 50 rubro-negros esteve no Galeão e demonstrou insatisfação com o vice da Copa do Brasil, o quarto na temporada

Torcida do Flamengo faz protesto em aeroporto, mas delegação do time evita contato
Jogadores do Flamengo deixam gramado do Morumbi após receber as medalhas pelo vice-campeonato. Foto: Eduardo Carmim/O Dia/Estadão Conteúdo

A delegação do Flamengo foi recebida com protesto no Rio de Janeiro, na madrugada desta segunda-feira (25). Horas após perder a final da Copa do Brasil para o São Paulo, o elenco rubro-negro foi alvo de críticas de um grupo de 50 torcedores no aeroporto do Galeão. Os ônibus com a delegação “driblaram” o grupo na saída do local.

No lado de fora do aeroporto, os torcedores criticaram a atuação do time na segunda partida da final da Copa do Brasil, que terminou empatada em 1 a 1 – o São Paulo assegurou o título porque vencera o rival por 1 a 0, no jogo de ida, no Maracanã. Também pediram a saída do técnico Jorge Sampaoli.

Os gritos de ordem atacavam a equipe (“time sem vergonha”) e tinham como alvo, entre outros, jogadores como Pedro, Gabriel Barbosa, Everton Cebolinha e David Luiz. Também atacaram o presidente do clube, Rodolfo Landim, e o vice de futebol, Marcos Braz. Decretaram a saída do treinador argentino (“fora Sampaoli” e “ei, Sampaoli, vai tomar no c*”). Eles chegaram ao local antes das 23h.

Diante do clima tenso, a direção do clube estabeleceu esquema especial para a saída dos dois ônibus da delegação do aeroporto. Buscaram uma saída alternativa para não ter qualquer contato com a torcida.

Horas antes, torcedores já haviam pichado os muros da sede do clube, na Gávea. Entre as mensagens estavam “fora Gabigol”, “elenco safado”, “vergonha”, “fora Braz” e “fora Landim”.

Apesar de contar com elenco estrelado, o Flamengo vive sua pior temporada na gestão de Rodolfo Landim. O time fracassou em todas as competições que disputou neste ano, desde o Mundial de Clubes e a Supercopa do Brasil, no início da temporada, passando por Recopa Sul-Americana, Copa Libertadores, Campeonato Carioca e Copa do Brasil.

O time rubro-negro ainda disputa o Brasileirão, com chances menores de brigar pelo título. No momento, ocupa a modesta sétima colocação, com 40 pontos, 11 atrás do líder Botafogo. O Flamengo não encerra um ano sem títulos desde 2019.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe eu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*