Esportes, Seleção Brasileira

Tite revela dúvida no meio campo da seleção e diz não se abalar com críticas

Tite revela dúvida no meio campo da seleção e diz não se abalar com críticas
Tite garante não se sentir pressionado pelas cobranças de que a seleção brasileira apresente futebol mais bonito. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O técnico Tite, da seleção brasileira, confirmou nesta segunda-feira (16) a escalação da equipe para o jogo contra o Uruguai, nesta terça, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. O time a ser utilizado em Montevidéu será o mesmo da última sexta-feira, diante da Venezuela, e há somente uma dúvida. O volante Allan tem um problema clínico e pode dar lugar a Arthur, da Juventus.

Allan sente dores musculares, e Tite disse que essa dúvida só será resolvida horas antes da partida. “A opção é o Arthur. Vamos definir essa situação. Fizemos o trabalho com os atletas. Arthur trabalhou nesses dias. Ainda precisamos de um processo de evolução e consolidação. Vamos ter maior exigência defensiva porque o Uruguai vai nos agredir mais”, afirmou o treinador em entrevista coletiva.

O Brasil treinou pela manhã no CT do São Paulo e à tarde embarcou ao Uruguai. Após três vitórias nas Eliminatórias, diante de Bolívia, Peru e Venezuela, Tite admite que agora a equipe terá o compromisso mais difícil. Os uruguaios venceram semana passada a Colômbia por 3 a 0, fora de casa, e são um adversário de mais qualidade. A preocupação especial é com a dupla de ataque formada por Cavani e Suárez.

“Nas duas primeiras vitórias criamos e fizemos muitos gols. Na outro não deu para jogar bonito, mas conseguimos a vitória. Talvez algumas dessas equipes que vencemos não brigarão para classificar, mas podem atrapalhar outros times. Vamos enfrentar o Uruguai, que vem forte”, comentou. Outro desafio de Tite será o de montar uma seleção com proposta de jogo bem diferente da utilizada na sexta.

Na vitória diante da Venezuela no Morumbi por 1 a 0, o Brasil sofreu com a forte marcação. Agora, a aposta de Tite é de que a defesa do Brasil será bem mais pressionada pelos uruguaios. “Enfrentar a Venezuela exige uma proposta dentro de casa. Agora, diante do Uruguai, será diferente. Vamos ser mais exigidos defensivamente. Por outro lado, vamos ter mais espaço para criações ofensivas.”

A vitória sobre a Venezuela, aliás, levou a torcida a criticar bastante o Brasil pelas redes sociais, em especial pela dificuldade de criar oportunidades de gol. Tite disse ter o conhecimento sobre esses comentários, mas garante não se sentir pressionado pelas cobranças de que a seleção brasileira tenha de apresentar futebol mais bonito.

“Procuro ter discernimento e respeitar as opiniões. Temos condições de melhorar, pois estamos em processo de construção da equipe. O meu papel é fazer o melhor papel possível”, afirmou o técnico.

Para a partida contra o Uruguai, às 20h desta terça-feira, o Brasil deve ser escalado com: Ederson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Allan (Arthur), Douglas Luiz e Éverton Ribeiro; Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Richarlison.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*