Esportes, Seleção Brasileira

Tite faz seis mudanças na seleção contra El Salvador

Tite faz seis mudanças contra El Salvador
Eder Militão assume a lateral direita no lugar de Fabinho esta noite nos EUA. Foto:  Pedro Martins/MoWA Press

A seleção brasileira jogará contra El Salvador com seis mudanças no time titular em relação ao time que enfrentou os Estados Unidos. O amistoso será realizado no estádio FedEx Field, na cidade de Landover, a cerca de 16 km do centro de Wa­shin­g­­ton, às 21h30 (horário de Brasília) de hoje (11).

Neto, Éder Militão, Alex Sandro, Arthur, Richarlison e Dedé entram no time e subs­tituem Alisson, Fabinho, Filipe Luís, Fred, Firmino e Thiago Silva, res­pectivamente.

Dos que venceram os EUA em Nova Jersey continuam na equipe Neymar, Marquinhos, Casemiro, Philippe Coutinho e Douglas Costa.

Os jogadores treinaram ontem (10) no estádio Audi Field, em Washington.

Após o treino, Tite afirmou durante coletiva que Neymar deve participar de só uma parte do jogo de hoje. “A seleção pode jogar bem e vencer, qual­quer que seja o jogo, seja contra El Salvador ou França”, disse. “Porém, agora é momento de dar oportunidade para ou­tros atletas mais jovens.”

Sobre a escolha de Neymar como capitão, disse que é “um atleta que vem crescendo e amadurecendo. Tem de mim a confiança para progredir, tal qual todos nós temos, de se reinventar, reestruturar, seguir caminho e melhorar.”

Tite afirmou que os trotes de Neymar contra os jogadores novatos servem para deixar os jogadores à vontade. “ Preservo muito a individualidade do atleta.

Não gosto de ficar toda hora policiando, dizendo o que fazer, deixar de fazer. Cada um tem sua responsabilidade”, afirmou. “Brincadeiras são naturais. Servem para deixá-los à vontade.”

Tite também mandou re­cado para o presidente americano Donald Trump, que afirmou para uma repórter da GloboNews durante coletiva de imprensa na Casa Branca na semana retrasada, em tom de brincadeira, que “o Brasil teve um probleminha da última vez”, referindo-se à derrota para a Bélgica e à eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia.

“São cinco títulos mundiais. Talvez Trump possa ser melhor informado”, disse.

 

BRASIL X EL SALVADOR

Ár­bi­tro: Jair Marrufo (EUA). Estádio: FedEx Field, em Landover (EUA), às 21h30. TV: Sportv.

BRASIL00
Neto, Militão, Marquinhos, Dedé e Alex Sandro; Casemiro; Douglas Costa, Arthur e Coutinho e Neymar; Richarlison. Técnico: Tite.

EL SALVADOR
Hernández, Dominguez, Mendoza, Barahona, Tamacas; Baires, Cerén, Alfaro, Coca, Pineda; Diáz. Técnico: Carlos de los Cabos.

 

Após cinco anos, Dedé será titular em amistoso

Três cirurgias no joelho, uma artroscopia e apenas 12 jogos em um intervalo de três anos. O que poderia significar até uma aposentadoria precoce serviu de estímulo para a volta por cima em grande estilo.

É exatamente o que aconteceu com o zagueiro Dedé, 30 anos, do Cruzeiro. Com boas atuações na temporada, o jogador foi convocado novamente para a seleção brasileira e terá sua primeira oportunidade como ti­tular com Tite no amistoso di­ante de El Salvador, hoje (11).

Na última sexta-feira, quando a seleção venceu os EUA por 2 a 0, Dedé atuou por dez minutos após substituir o zagueiro Thiago Silva. Hoje, formará dupla com Marquinhos.

“Voltar à seleção neste momento é muito gratificante e motivo de orgulho. Só queria passar mesmo que eu estou muito feliz, vivendo um momento mágico”, disse o zagueiro.

Dedé foi convocado pela primeira vez para a seleção brasileira em 2011 por Mano Menezes. Com 23 anos na épo­ca, era uma das apostas para a Copa de 2014. Ele entrou em campo em seis oportunidades.

Após a queda de Mano, hoje seu técnico no Cruzeiro, o jogador perdeu espaço com a chegada de Felipão.

Até o Mundial do Brasil, foi convocado para quatro amis­tosos. Na lista para a Copa, foi preterido por Henrique, hoje no Corinthians. Naquele ano, conquistaria o bicampeonato brasileiro pelo Cruzeiro e o vice da Copa do Brasil antes de começar a viver drama com se­guidas lesões no joelho direito.

No total, sofreu três cirur­gias no local e uma artroscopia no esquerdo. De 2015 até o início da atual temporada, só disputou 12 jogos.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*