Esportes, Futebol

Tite escala Marcelo no 1º treino com titulares

Marcelo ficou fora dos últimos dois jogos do Brasil. Pedro Martins/MoWA PressO lateral Marcelo foi escalado no treino de ontem (8) por Tite no time titular para a partida contra a Argentina, amanhã, no Mineirão, às 21h45 (com TV Globo), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia em 2018.

O jogador do Real Madrid ficou fora das duas últimas partidas da seleção em virtude de contusão. Nesse período, Filipe Luís foi o titular. Na vitória sobre a Venezuela por 2 a 1, no mês passado, Filipe Luís foi o capitão da equipe.

O atacante Neymar, que desembarcou no início da manhã em Belo Horizonte, também treinou ontem.

Amanhã à noite, o time titular para pegar a Argentina na Capital mineira provavelmente será o seguinte: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto, Neymar e Philippe Coutinho; Gabriel Jesus.

A seleção brasileira lidera o torneio classificatório para o Mundial. O time soma 21 pontos, enquanto a Argentina está fora da zona de classificação. Em sexto lugar, a equipe comandada por Edgardo Bauza tem 16 pontos.

Homenagem

Capitão da seleção no clássico contra a Argentina, o lateral Daniel Alves vai vestir a camisa número quatro da seleção em homenagem a Carlos Alberto Torres, morto no mês passado, no Rio.
Na entrevista coletiva que concedeu ontem, o jogador da Juventus fez questão de deixar claro que a decisão de homenagear o capitão do Brasil na Copa de 1970 foi da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

“Sobre a homenagem, a decisão foi da instituição, em respeito ao eterno capitão, a sua família, à importância dele na seleção. Qualquer homenagem assim é válida’’, disse Daniel Alves, após posar para fotos com a camisa que vestirá no Mineirão.
Na ocasião da morte de Carlos Alberto, os jogadores da seleção foram criticados por não se pronunciar sobre o fato. Apenas Gabriel Jesus postou uma homenagem ao ex-jogador do Santos.
“Acredito que a obrigação em nenhum caso é prazerosa. Quando me perguntaram sobre isso, falei que tive sorte de falar para o Carlos Alberto tudo o que eu pensava dele na seleção”, disse o Daniel.

“Vou além: se as pessoas são boas, se você as ama, admira, tem de falar em vida. Não tem de esperar falecer e expressar pelas redes sociais. Hoje as pessoas se apagam muito às redes para ganhar seguidores”, acrescentou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*