Editorias, Notícias, São Paulo

Testes com a vacina Coronavac têm início a partir do dia 20, diz Doria

Testes com a vacina Coronavac têm início a partir do dia 20, diz Doria
Estado registra queda de mortes por coronavírus pela segunda semana seguida. Doria: “é o índice mais baixo de toda a série histórica”. Foto: Governo do Estado de SP

O governador João Doria (PSDB) afirmou, durante coletiva nesta segunda-feira (6) que os testes da vacina contra o novo coronavírus, a Coronavac – em desenvolvi­mento pelo Instituto Butantan em parceria com a chinesa Sinovac -, têm início a partir do próximo dia 20. Na última sexta-feira, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a fase de testes clínicos.

Segundo o governador, na próxima segunda-feira (13) estarão abertas as inscrições para selecionar os 9 mil profissionais da saúde voluntários que participarão dos testes a serem realizados em São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Paraná e Rio Grande do Sul.
De acordo com o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, até o fim do ano, a fábrica da Sinovac terá capacidade de produ­zir entre 300 milhões e 500 milhões de doses.

“No mundo, são 136 vacinas em desenvolvimento, 12 em estudos clínicos e apenas três estão na terceira fase (de testes clínicos), incluindo a do Butantan Sinovac”, afirmou Dimas Covas.

CASOS

Doria confirmou, também nesta segunda-feira, que pela segunda semana consecu­tiva houve queda no número de mortes em decorrência do coronavírus em todo o Estado de São Paulo. A nova redução reforça a tendência de achatamento progressivo da curva de óbitos da pandemia, que vem sendo apontada nas últimas semanas pelas autoridades de saúde.

“São boas notícias, mas elas não devem ser celebradas com emoção, mas sim, com moderação para mantermos o foco em medidas de controle da pandemia, aumento da capacidade de atendimento do sistema de saúde, obrigatoriedade do uso de máscara e obediência à legislação e ao distanciamento social”, declarou o Governador. “Todos precisam ter paciência, resi­liência e compreensão de que ainda estamos na pandemia”, reforçou Doria.

De acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde e do Centro de Contingência do coronavírus, na semana entre 14 a 20 deste mês houve 1.913 mortes de pacientes contaminados no território paulista. Nos sete dias subsequentes, de 21 a 27 de junho, o número de vítimas fatais em decorrência da pandemia caiu para 1.769 óbitos. No período entre 28 de junho a 4 de ju­lho, foram 1.733 mortes. O número atual é 9,5% menor que o registrado há 16 dias.

O governador também apontou que São Paulo atingiu o menor índice da taxa de letalidade por coronavírus desde março, quando o estado registrou a primeira morte desde que a pandemia foi confirmada pela OMS (Organização Mundial de Saúde). Atualmente, a mortalidade é de 5% entre os casos confirmados de contaminação por coronavírus em todo o estado. “É o índice mais baixo de toda a série histórica”, destacou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*