Economia, Notícias

Temer faz apelo à base aliada para retomar votação de reformas governistas

Temer deve ser "atropelado" por mais uma denúncia da PGR. Foto: Valter-Campanato/ABrO presidente Michel Temer fez um apelo para a retomada das discussões das reformas governistas, como a da Previdência, em café da manhã com parlamentares governistas, no Palácio da Alvorada, ontem (13).

Segundo o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, o governo mira a reforma tributária, menos polêmica, e fala em esforço para discutir a previdenciária. “É preciso reorganizar a base, votar a reforma tributária, que é menos polêmica, e voltar a discutir a reforma da Previdência”, disse.

“A expectativa é de que em outubro ou novembro seja possível avançar, se não na reforma da Previdência ideal, a possível”, reforçou.

Quintella admitiu que a base parlamentar se encontra desmobilizada neste momento, mas negou que a desmobilização tenha se dado apenas pelas denúncias envolvendo o governo.

Segundo o ministro, há clara resistência de parte do Congresso em relação à reforma previdenciária em razão da proximidade das eleições. Quintella disse ainda que a Previdência foi atropelada por outros temas, como a reforma política, e por medidas provisórias.

Temer expôs os recentes dados econômicos de recuperação, considerados o principal trunfo de seu mandato, e pediu aos governistas que, em reposta às críticas, divulguem as informações.

Crise política

Com a nova crise política, deflagrada pela abertura de processo contra o presidente no Supremo Tribunal Federal (STF), Temer pediu à base aliada que defenda o governo e que rebata as críticas feitas a ele. Pregou que não se pode ficar em silêncio ou se aquietar diante de acusações.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*