Editorias, Notícias, Política

Temer dá status de ministro a braço-direito citado na Lava Jato

Moreira foi citado 34 vezes na delação premiada de Cláudio Melo Filho. Foto: ArquivoNa mesma semana em que o Supremo Tribunal Federal homologou 77 delações premiadas da Odebrecht, o presidente Michel Temer deu status de ministro a Moreira Franco, um dos seus principais conselheiros e aliados. Antes secretário-executivo do PPI (Programa de Parcerias em Investimentos), o peemedebista passa agora a ter foro privilegiado e só pode ser julgado pelo STF.

Moreira foi citado 34 vezes na delação premiada de Cláudio Melo Filho, ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, que o acusou de ter recebido dinheiro para defender os interesses da empreiteira. O peemedebista, apelidado de “Angorá” pelo delator, nega irregularidades.

O novo ministro comandará a Secretaria Geral da Presidência, que havia sido extinta em 2015 pela ex-presidente Dilma Rousseff. A estrutura abrigará, além do PPI, as secretarias de comunicação, administração e o cerimonial, antes vinculados à Casa Civil e à pasta de Governo.

A nomeação de Moreira ocorre no rastro de uma reforma ministerial anunciada pelo Planalto. Em contraponto ao compromisso feito no início do governo peemedebista de redução dos ministérios, o número de pastas aumentou de 26 para 28, quatro a menos do total herdado pelo governo Dilma.

As mudanças também ampliam o espaço do PSDB, principal aliado da gestão peemedebista, na máquina pública. Com a ameaça de deixar o governo para a eleição presidencial de 2018, o partido passa a acumular cinco pastas, uma a menos que o PMDB.

Além da Secretaria Geral, o presidente recriou também o Ministério dos Direitos Humanos, que havia sido extinto pelo próprio peemedebista quando assumiu o Planalto, em maio do ano passado.
A pasta será comandada pela desembargadora aposentada Luislinda Valois, filiada ao PSDB e que exercia o cargo de secretária de Promoção da Igualdade Racial.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*