Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

Teleférico do Estoril ganha primeira cadeira adaptada para cadeirante da América Latina

Teleférico do Estoril ganha primeira cadeira adaptada para cadeirante da América Latina
Morando participou da entrega da cadeira adaptada para cadeirantes. Foto: Ricardo Cassin/PMSBC

O teleférico do Parque Estoril, em São Bernardo, acaba de ganhar a primeira cadeira adaptada para cadeirantes da América Latina. O equipamento, que permite total comodidade aos deficientes físicos que utilizam o equipamento para locomoção, entrou oficialmente em operação na manhã desta quarta-feira (13), com a presença do prefeito Orlando Morando (PSDB).

“Inclusão não deve ser ape­nas um discurso, mas ação. É isso que nossa gestão tem feito em São Bernardo, criando iniciativas que incluam verdadeiramente as pessoas com deficiência. O desenvolvimento desta cadeira adaptada permite que um cadeirante possa usufruir o teleférico, sem depender de ninguém”, afirmou Morando.

Para Luis Kassab, presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, a introdução deste equipamento no Parque Estoril permite que os deficientes físicos desfrutem um direito básico: o do lazer. “Essa iniciativa nos concede total autonomia, inclusive nos momentos de lazer, e fazer o que todas as pessoas fazem. Isso é inclusão de verdade”, afirmou Kassab.

CAPACIDADE

O equipamento é adaptado para qualquer modelo: motori­zado ou tradicional e tem capacidade para até 250 quilos. O embarque respeita a inclinação de 8% na rampa, de acordo com a legislação, e o tempo para embarque e desembarque é de 20 segundos. O trajeto no teleférico dura entre 25 a 30 minutos (ida e volta) e tem extensão de 500 metros (um quilômetro no total). A segunda cadeira está em construção e deve entrar em operação até o fim do mês.

O consultor Daniel Georgio, 28 anos, morador do Ferrazópolis, foi o primeiro cadeirante a fazer os testes com o equipamento adaptado. “Tenho deficiência congênita e, infelizmente, nunca havia andado em um teleférico. Foi uma emoção muito forte. No início fiquei com medo, mas o equipamento é superseguro”, disse.

Os cadeirantes e seus acompanhantes poderão passear sem custos. O ingresso para as demais pessoas é de R$ 10 (meio trecho) e R$ 16 (trajeto completo). A cadeira adaptada foi desenvolvida pela equipe do Parque Estoril em parceria com o permissionário, sem custos para a administração.

Serviço – O Parque Estoril fica na Rua Portugal, 1.100, Riacho Grande, e funciona de quarta a domingo, das 9h às 17h. A entrada custa R$ 3 (pedestre e pessoas no veículo). Carros de passeio pagam R$ 15 de estacionamento; motos pagam R$ 10, vans R$ 30, micro-ônibus R$ 35 e ônibus R$ 200.

1 comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*