Esportes, Paulistão

Tchê Tchê rebate críticas e diz que não pretende ser unanimidade

O volante Tchê Tchê falou grosso contra as críticas que recebe por não desenvolver o futebol que teve em 2016, no seu primeiro ano pelo Palmeiras, quando foi campeão brasileiro.

Em entrevista coletiva concedida ontem (8), o meio-campista pediu o fim das comparações e disse que não se importa em ser o alvo de reclamações da torcida, desde que continue entre os titulares de Roger Machado.

“O Tchê Tchê de 2016 foi só em 2016, já foi. Agora é o de 2018. Muito difícil que eu consiga repetir aquilo, já falei bastante sobre isso. Nunca fui unanimidade e nem pretendo ser. Não me importo ser preferido de um ou de outro. Sempre vai ter oposição, isso não me preocupa”, disse.

“As críticas ocorrem, isso é normal. Estou sabendo lidar melhor neste ano e estou muito feliz aqui”, completou.

Apesar das críticas, Tchê Tchê está entre os líderes de desempenho em diversos fundamentos, como desarmes e passes certos. O meia usa isso como argumento para dizer que tem feito um bom papel.

Time-base

O Palmeiras não deve ter mudanças na equipe titular para amanhã (10), contra o Mirassol.

Ontem, o técnico Roger Machado repetiu no treino a mesma formação que tem usado na maior parte dos jogos: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins, Victor Luís; Felipe Melo, Tchê Tchê e Lucas Lima; Willian, Dudu e Borja.

O único teste foi o de Michel Bastos na vaga de Victor Luís, que assinou um novo vínculo com o clube, até o final de 2021.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*