Brasileirão, Esportes

Tabu, degola e falta de confiança preocupam Dorival no Choque-Rei

Além de preparar sua equipe taticamente,  vai ter de trabalhar o psicológico de seus pupilos antes do clássico de amanhã (27), no Allianz Parque. O São Paulo jamais conseguiu vencer o Palmeiras em sua nova casa. No total, foram quatro derrotas em quatro jogos, com 12 gols sofridos e apenas um marcado. Para complicar ainda mais, o clube do Morumbi não vive bom momento no Brasileiro. O time abriu a rodada na 17ª colocação, com 23 pontos e na zona do rebaixamento.

“É uma condição desfavorável, naturalmente, mas temos de trabalhar para que se reverta em algum instante. Estamos alcançando um caminho, um horizonte. Que joguemos com confiança, façamos um grande jogo e saibamos enfrentar o Palmeiras em momento como esse, com seu torcedor e retrospecto altamente favorável”, disse o treinador tricolor.

O retrospecto de Dorival Júnior no São Paulo ainda é longe do que espera. O treinador comandou o time em nove partidas nesta temporada, com três vitórias, três empates e três derrotas.

“Ainda é muito pouco, precisamos de mais. O São Paulo não pode sobreviver sempre flertando ou estando dentro da zona de rebaixamento. Em algum momento, precisaremos estar livres dessa condição. Depende do nosso esforço, comprometimento e trabalho. Está tudo nas nossas mãos. Precisamos de uma reação rápida”, afirmou.

Para o jogo de amanhã, Dorival vai contar com o retorno de Pratto, que cumpriu suspensão na partida com o Avaí, em Florianópolis. Os desfalques devem ficar por conta dos lesionados Araruna, Bruno, Júnior Tavares, Wellington Nem e Morato.

O treinador não quis divulgar qual será a escalação do Tricolor. Para tentar eliminar os espiões, São Paulo e Palmeiras fecharam os treinos. “Os drones de lá são os mesmos daqui. A molecada é esperta. Vamos deixar a confirmação para o domingo.”

 

tabela-brasileiro

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*