Brasileirão, Esportes, Futebol

Suposta escalação irregular leva CBF a adiar início de segunda fase da Série D

Tigre terá de esperar uma semana para estrear na 2ª fase. Foto: Divulgação/São BernardoA Confederação Brasileira de Futebol (CBF) adiou ontem (27) a rodada de ida da segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D, que seria realizada neste fim de semana. Assim, o São Bernardo terá de esperar uma semana para estrear nesta fase da competição.

O motivo é o julgamento, marcado para sexta-feira, de suposta irregularidade envolvendo a escalação de um jogador do São Raimundo-PA na partida diante do Baré-RR, ocorrida no dia 11 de junho, pela quarta rodada da fase de grupos.

Como uma possível punição ao São Raimundo pode causar alterações em grande parte dos confrontos da segunda fase, a CBF tornou sem efeito a tabela divulgada na última segunda-feira e publicará outra, após o julgamento.

O São Raimundo foi denunciado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e pode ser punido por ter relacionado de forma irregular o jogador Leandro Gleidson Diniz Seixas na vitória por 4 a 0 sobre o Baré, em Santarém (PA).

Segundo a Diretoria de Competições da CBF, o jogador não tinha contrato ativo na Diretoria de Registro e Transferência da entidade. De acordo com a súmula, Leandro não entrou em campo.

A defesa do São Raimundo alega que o jogador voltou para casa assim que foi detectada a irregularidade, ainda nos vestiários do estádio Colosso do Tapajós, em Santarém. A pena pode ser a perda de três pontos, além de multa.

Caso o time do Pará seja punido, a CBF será obrigada a mudar o chaveamento da segunda fase e, com isso, o beneficiado será a Desportiva-ES. O clube capixaba foi o 16º melhor segundo colocado na fase de grupos e não se classificou para os mata-matas – só os 15 melhores avançaram.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*