Economia, Notícias

Sucessor do Inovar-Auto, novo regime automotivo será anunciado neste mês

Sucessor do Inovar-Auto, novo regime automotivo será anunciado neste mês
Lima afirmou que texto está na fase de finalização. Foto: Divulgação/GM

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima, afirmou ontem (20) que o texto do Rota 2030 está em fase de finalização. O novo regime automotivo, segundo o chefe da pasta, será anunciado pelo presidente Mi­chel Temer neste mês.

O principal entrave para a conclusão do Rota 2030 é a concessão de R$ 1,5 bilhão do governo para que as montadoras invistam em pesquisa e desenvolvimento.

O tema, segundo Lima, está em discussão com o Ministério da Fazenda, em um debate que se arrasta há nove meses. O ministro diz acreditar que o valor será aprovado pela equipe econômica.

O anúncio foi feito durante a apresentação das obras de expansão da fábrica da General Motors, em São Caetano.

O Rota 2030 é aguardado pela indústria automotiva em substituição ao Inovar-Auto, que vigorou até 31 de dezembro de 2017 e estabelecia incentivos às montadoras à medida que investissem em inovação e tecnologia. Agora, o novo programa também deverá impor metas energéticas e de segurança veicular.

Antes do anúncio e ao lado do ministro, o presidente da GM para o Mercosul, Carlos Zarlenga, reclamou da lentidão do governo federal na estruturação do Rota 2030. “É fundamental que tenhamos fundamentos para continuar a crescer e investir”, disse.

Zarlenga afirmou que, para a montadora continuar a investir, é preciso ter condição de saber como será o futuro. “Contamos que isso (o anúncio do Rota 2030) se resolva rapidamente”, afirmou.

A demora tem provocado reclamações constantes das montadoras, pois avaliam que o atraso pode atrapalhar os investimentos. Somados, os aportes chegam a R$ 16,7 bilhões até 2022.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*