Editorias, Notícias, São Paulo

SP avança em vacinação e tem menor média do ano de internações por covid

Garcia: “relação causa e efeito da vacinação está demonstrada claramente no nosso estado”. Foto: Governo do Estado de SP
Garcia: “relação causa e efeito da vacinação está demonstrada claramente no nosso estado”. Foto: Governo do Estado de SP

O vice-governador Rodrigo Garcia anunciou, nesta quarta-feira (21), que a média de internações no estado de São Paulo por covid-19 nos últimos sete dias é a menor já registrado em 2021. Entre os dias 15 e 21 de julho, a média de hospitalizações ficou em 1.403, refletindo diretamente, segundo o go­verno, o impacto positivo da imunização para evitar casos graves da doença. Ainda segundo o governo, 288 municípios não registraram novas mortes pelo novo coronavírus na última semana.

“O número de novas internações do coronavírus registradas nos últimos sete dias foi o menor registrado neste ano. Isso é reflexo do avanço da vacinação aqui no estado de São Paulo”, afirmou Garcia. “A (relação de) causa e efeito da vacinação está demonstrada claramente no nosso estado com essa queda”, acrescentou.

“No dia 1º de abril, quando tivemos o pico da segunda onda, estávamos com 13.150 pacientes internados. São 50% a menos de pacientes internados nas UTIs. E o que chama atenção também é a queda na enfermaria, com 6.437”, afirmou o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn. “Isso é claramente relacionado com a vacinação. Estamos vacinando e impactando na mortalidade e nas internações.”

De acordo com levantamento desta quarta-feira da Secretaria da Saúde, a taxa de ocupação de em UTIs por covid-19 é de 60,19% no Estado e de 55,65% na Grande São Paulo. Os leitos ocupados por pacientes graves somam 6.920, ante 7.194 na véspera. Já as hospitalizações em enfermaria registram 6.437 pacientes com sintomas moderados da doença, ante 6.684 do dia anterior.

VACINAÇÃO

Neste mês, São Paulo se tornou o primeiro estado brasileiro a vacinar mais de 50% da população com ao menos uma dose de imunizantes contra o coronavírus. Até as 13h25 desta quarta-feira, eram 25.105.528 pessoas protegidas com pelo menos uma dose, o equivalente a 54,24% dos habitantes do Estado.

Outras 8.660.649 pessoas estão com o esquema vacinal completo com duas doses dos imunizantes do Butantan, Fiocruz ou Pfizer ou ainda a aplicação única da vacina fornecida pela Janssen. Desta forma, 18,71% da população de São Paulo já completou o ciclo de imunização contra a covid.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*