Economia, Notícias

Sindicato vai ao Japão e defende produção de veículo na fábrica da Toyota em São Bernardo

Atualmente, Toyota produz autopeças em São Bernardo. Foto: DivulgaçãoO presidente eleito do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Wagner Santana, o Wagnão, defendeu na sede mundial da Toyota, no Japão, a importância da vinda de um novo produto para a fábrica da montadora em São Bernardo. “A intenção da visita ao Japão foi dar continuidade ao trabalho iniciado pelo (antecessor) Rafael Marques em 2013 para que a planta de São Bernardo retome a montagem de um carro”, explicou o dirigente, ao jornal Tribuna Metalúrgica.

Wagnão esteve no Japão na semana passada. “Conversamos com a direção da empresa, que é onde se constroem as possibilidades de produção nas fábricas do mundo, para fazer um trabalho de convencimento sobre a importância da planta”, prosseguiu.

Almiro Silva Cruz, o Mirão, do Comitê Sindical de Empresa (CSE) na Toyota de São Bernardo, além do presidente e do diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região, Leandro Soares e Robson Passos, também participaram da missão representando os trabalhadores.

A comitiva visitou a sede da União dos Trabalhadores na Toyota, que recebe o nome de Kaba House, a “casa do hipopótamo”, em referência à arquitetura do prédio. Também conheceu as fábricas de Tahara e de Toyota.
“A planta de São Bernardo é a primeira da empresa fora do Japão e temos que aproveitar essas condições. A região tem trabalhadores com capacidade e potencial para desenvolver produtos em um setor que somos especialistas”, disse Wagnão.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*