Economia, Notícias

Sindicato inicia mobilização para manter a Panex em São Bernardo

Zé Paulo: “Vamos acionar todos os contatos possíveis”. Foto: Edu Guimarães/SMABCReunidos com a direção do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, ontem (17), os trabalhadores da Panex decidiram dar continuidade à mobilização iniciada na quinta-feira após o anúncio de fechamento da unidade de São Bernardo. Os funcionários deverão manter vigília em frente à fábrica como forma de pressionar a empresa a negociar alternativas para a manutenção da empresa na cidade.

Na próxima segunda-feira, às 7h, haverá assembleia na porta da empresa com os trabalhadores dos dois turnos para discutir o movimento.

No encontro de ontem, a direção do sindicato informou aos trabalhadores que, paralelamente às mobilizações, vai procurar as diversas instâncias que podem ajudar nesse processo. “Vamos falar com prefeito, com a matriz francesa, ou seja, vamos acionar todos os contatos possíveis que possam ajudar a reverter esse processo”, afirmou José Paulo da Silva Nogueira, o Zé Paulo, diretor executivo da entidade e trabalhador da Panex.

Na quinta-feira, o Grupo SEB (Panex) anunciou aos trabalhadores e ao sindicato a decisão de transferir as atividades da planta de São Bernardo para a unidade da empresa em Itatiaia (RJ). Em comunicado, a empresa afirmou que a mudança ocorre a partir de julho e será concluída em dezembro. Atualmente, o grupo SEB emprega cerca de 300 trabalha­do­res na unidade da região.

A empresa queria iniciar já na quinta-feira o processo de negociação para o desligamento dos trabalhadores. “Não é assim que funciona. Inicialmente, os trabalhadores precisam ser ouvidos. A empresa afirma que a saída de São Bernardo é irreversível, que foi decidida pela matriz, mas queremos buscar caminhos alternativos. Estamos indignados com a forma como isso aconteceu”, disse Zé Paulo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*