Economia, Notícias

Siemens investe R$ 1 milhão em nova sede em São Caetano

Siemens investe R$ 1 milhão em nova sede em São Caetano
Empresa registrou crescimento de 20% no ano passado. Foto: Divulgação/Siemens

A Siemens Digital Industries Software, empresa com sede em São Caetano que fornece sistemas automatizados de gerenciamento de produção, investiu R$ 1 milhão para trocar o escritório localizado no bairro Santa Paula por outro na rua Niterói, no Centro da cidade. Todos os funcionários foram transferidos.

O escritório – situado no edifício Niterói 400 Corporate – foi concebido dentro do conceito de smart office, com a adoção de ambiente de trabalho colaborativo, estações de trabalho e ambientes compartilhados, de forma a permitir maior integração entre as áreas da empresa. Também possibilita fácil acesso à sede, uma vez que está no contrafluxo do trânsito para quem mora ou trabalha na Capital.

“No mundo de hoje, a aproximação com o cliente pode ser realizada virtualmente. Porém, estar presente em São Caetano é importante para nós, pois o acesso aos principais aeroportos e estradas é relativamente fácil e com pouco fluxo de trânsito. Além disso, precisávamos atualizar nosso escritório e trazê-lo para o século XXI”, disse ao Diário Regional o diretor-geral e vice-presidente de vendas da Siemens, Paulo Leal Costa.

“Queremos manter o investimento histórico em São Caetano e, ao mesmo tempo, ser mais atrativos para novos colaboradores”, continuou o executivo.  O novo endereço coincide com a mudança no nome da empresa, anteriormente conhecida como Siemens PLM.

A companhia informou que, nos últimos anos, tem registrado crescimento na casa de dois dígitos e, em 2018, houve aumento de 20% nas vendas, o que demandou a contratação de 54 trabalhadores. O ano fiscal da empresa termina em setembro, e os resultados do exercício 2019 serão divulgados em outubro.

A Siemens tem nos segmentos automotivo e de máquinas industriais e pesadas seus principais clientes, mas também atua nas áreas aeroespacial, de energia e mineração, além do varejo. O impulso para o crescimento tem vindo, principalmente, da adoção do conceito de Indústria 4.0.

“Temos percebido que as indústrias de variados segmentos têm buscado soluções de tecnologia que possam suportar a transição do modo atual para um cenário extremamente competitivo, com redução de custos e aumento de qualidade de seus produtos, visando alcançar os conceitos da Indústria 4.0”, disse Costa.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*