Política-ABC, Santo André, Sua região

Serra lança programa de recuperação de pontes na av. dos Estados

Paulo Serra vistoriou ontem a ponte Santa Terezinha e anunciou ações emergenciais. Foto:  Julio Bastos/PSAEm menos de uma semana após o solapamento da ponte na avenida dos Estados, próxima ao viaduto Castelo Branco, engenheiros da Prefeitura de Santo André e o DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) do governo do Estado, concluíram laudo técnico que aponta o comprometimento irreversível da estrutura da ponte. Como isso, ações emergenciais e programa de recuperação de todas as pontes da avenida foram anunciados pelo prefeito Paulo Serra (PSDB).

“O laudo mostrou que o reparo seria inviável técnica e economicamente. Teríamos um gasto de R$3 milhões, com contrato emergencial, e cerca de 180 dias de tempo estimado para a conclusão dos trabalhos. Além disso, o projeto que temos aprovado com recursos do BID (Bando Interamericano de Desenvolvimento) já prevê a demolição desta ponte, daqui dois anos, e construção de novo viário sobre o rio Tamanduateí. A construção de uma nova ponte no local seria, neste momento, desperdiçar dinheiro público ”, explica o prefeito.

O estudo também calculou que cerca de 4 mil veículos trafegam diariamente na região e, para que os cerca de 4 mil motoristas não sejam afetados, a prefeitura inicia neste final de semana um projeto com três rotas de desvio, que acrescentará até um minuto no trajeto do motorista. Para estas intervenções serão executados serviços de sinalização horizontal e vertical, com custo aproximado de R$107 mil, reprogramação semafórica e readequação viária, esta última que exige obra tem previsão para ser finalizada em até uma semana, após o início.

Programa

O prefeito definiu, juntamente com o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e engenheiros da prefeitura, o inicio de programa de manutenção e recuperação de todas as pontes da avenida dos Estados que atendem o município.

“A queda desta ponte abriu os nossos olhos, constatamos que faz muito tempo que essas pontes não recebem manutenção, e vamos assumir este problema que há anos é discutido entre as esferas de governo. Em uma semana mobilizamos o governo do Estado com o DAEE, intensificamos a operação de trânsito na região afetada, tivemos a conclusão do laudo, criamos três rotas alternativas e definimos o programa de recuperação de todas as pontes da avenida.

Laudo

O documento apresentado nesta quarta-feira apontou que o risco de afunilamento da calha do rio Tamanduateí é ainda maior caso seja executado alguma intervenção para recuperação ou reconstrução da passagem.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*