Esportes, Paulistão

Sem Neymar, Tite muda esquema contra a Rússia

Sem Neymar, Tite muda esquema contra a Rússia
Coutinho: “Deixo a escolha (da posição) para o treinador”. Foto: Pedro Martins/MoWA Press

No amistoso do Brasil contra a Rússia hoje (23), às 13h (de Brasília), em Moscou, o técnico Tite usará desde o início uma variação tática que há muito deseja testar, com Philippe Coutinho centralizado.

Após o treino de ontem no estádio Lujniki, palco do amistoso de hoje, o técnico confirmou a mudança tática.

“(Coutinho) já fez essa função de interno no Liverpool (clube inglês que defendeu antes de se mudar para o Barcelona)”, afirmou Tite, em coletiva.

Assim, o Brasil entrará em campo com uma variação do esquema 4-3-3, “sem abrir a mão de um meio-campo forte”, disse Tite, sobre o modo ofensivo que busca testar contra uma defesa mais fechada – embora a Rússia esteja com problemas de lesão e talvez não atue com uma linha de cinco defensores.

Na prática, os jogadores estarão dispostos em um esquema 4-2-3-1. Em uma situação de necessidade defensiva, o técnico diz adotar o 4-1-4-1.

“Na minha cabeça é indiferente (a posição). Preciso estar sempre preparado para corresponder onde quer que eu entre, em grande nível. Em relação à posição, deixo mais para o treinador onde prefere”, afirmou Coutinho, que costuma atuar pelo lado direito em jogos da seleção.

No esquema 4-1-4-1 que Tite costuma adotar, Coutinho ocupa a mesma posição de Willian, que vive grande fase. A mudança tática ajuda o técnico a colocar o meia-atacante do Chelsea no time.

O ex-corintiano é uma espécie de 12º jogador do time nacional. “Willian está arrebentando”, elogiou Tite.

De todos os jogos sob a direção do treinador, Willian só não participou (como titular ou entrando durante a partida) da vitória sobre a Argentina por 3 a 0, no Mineirão, nas Eliminatórias, e do jogo da amizade contra a Colômbia, quando a equipe teve apenas atletas que atuavam no país.

Para a entrada de Willian, outro favorito de Tite perdeu espaço entre os titulares: Renato Augusto, que vem de um fim de ano de baixa produção na China e foi para o banco. O ideal para os planos da comissão técnica seria fazer o teste com Willian atuando pela direita e Neymar pela esquerda, com o atacante Gabriel Jesus mais à frente.

Substituto

Com a lesão do atacante do PSG, que se recupera de fratura no pé, Douglas Costa herdará a vaga. Tite buscou minimizar a pressão sobre o atacante.

“Neymar é insubstituível. Douglas Costa não vai substituí-lo, vai ser o Douglas Costa. Assim como não posso colocar tudo nas costas do Neymar”, afirmou o técnico.

Em 17 jogos na era Tite, a única derrota ocorreu justamente sem Neymar. Foi em amistoso contra a Argentina, no ano passado, em Melbourne (1 a 0). Nos outros jogos sem o craque, o time obteve três vitórias: em amistosos contra Austrália (4 a 0) e Colômbia (1 a 0) e nas Eliminatórias, ante a Venezuela (2 a 0).

 

RÚSSIA X BRASIL

Ár­bi­tro: Aleksei Kulbakov. Estádio: Luzhniki, em Moscou (Rússia), às 13h (de Brasília). TV: Globo, Sportv.

RÚSSIA

Akinfeev; Smolnikov, Kudryashov, Neustadter, Zhirkov; Aleksei, Glushakov, Kuzyaev; Miranchuk, Smolov, Dzagoev. Técnico: Stanislav Cherchesov.

BRASIL

Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda, Marcelo; Casemiro, Paulinho, Willian, Philippe Coutinho, Douglas Costa; Gabriel Jesus. Técnico: Tite.

 

Técnico da seleção russa abre as portas para mais um brasileiro

O técnico da seleção da Rússia, Stanislav Cherchesov, abriu as portas da equipe para mais um atleta brasileiro: o atacante Ari, 32 anos, do Lokomotiv Moscou.

Vivendo na Rússia desde 2010, o jogador deverá receber seu passaporte até o próximo mês. Assim, haveria tempo suficiente para jogar a Copa do Mundo.

Além disso, Cherchesov perdeu um de seus principais atacantes, Aleksandr Kokorin. Artilheiro do Campeonato Russo, o atleta do Zenit lesionou o joelho e já passou por cirurgia.

Além de Ari, outros dois brasileiros podem defender a Rússia na Copa do Mundo. O lateral-direito Mário Fernandes é nome praticamente certo. Só não atuará no amistoso de hoje (23) contra a seleção brasileira porque está com uma lesão muscular. O outro brasileiro é o goleiro Guilherme.

 

Sexta-feira cheia de amistosos internacionais ganha clima de Mundial

Além do teste da seleção brasileira contra a Rússia, às 13h, em Moscou, esta sexta-feira (23) traz outros 17 amistosos com clima de Copa do Mundo. No total, 27 das 32 seleções do Mundial estarão em campo, incluindo o próprio Brasil.

Suíça, Sérvia e Costa Rica, equipes do Grupo E – o mesmo da seleção brasileira –, enfrentarão, respectivamente, Gré­cia, Marrocos e Escócia.

O dia também terá confrontos entre grandes seleções, como Alemanha x Espanha, Inglaterra x Holanda e Argentina x Itália.

Outros destaques da da­­ta Fifa repleta de amistosos são Portugal (Grupo B) x Egito (Grupo A), Uruguai (Grupo A) x República Checa e França (Grupo C) x Colômbia (Grupo H).

Junho

A Copa da Rússia será realizada de 14 de junho a 15 de julho. O Brasil estreia ante a Suíça, no dia 17 de junho, em Rostov. Na sequência, a equipe do técnico Tite terá pela frente Costa Rica, no dia 22, em São Petersburgo; e Sérvia, no dia 27, em Moscou.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*