Diadema, Política-ABC, Sua região

Sem Márcio, três pré-candidatos ao Executivo querem o apoio de Lauro Michels

Sem Márcio, três  pré-candidatos ao Executivo querem o apoio de Lauro
Regina Gonçalves, Marcos Michels e Pretinho buscam apoio para encabeçar chapa. Fotos: Arquivo

A sete meses das eleições de outubro, segue indefinido o nome que vai receber a chancela do governo Lauro Michels (PV) para disputar o Executivo. O deputado esta­dual e ex-vice-prefeito, Márcio da Farmácia (Podemos), era aposta principal do governo para suceder Michels. Porém, segundo pessoas ligadas ao parlamentar, Márcia está prio­rizando a sua saúde e a se dedicar ao mandato.

Com a recusa de Márcio da Farmácia, comenta-se nos bastidores que Lauro deu aval aos três cotados a encabeçar a chapa governista, o vereador e presidente do PSB na cidade, Marcos Michels, a secretária de Habitação, Regina Gonçalves (PV), e o presidente da Câmara, Pretinho do Água Santa (DEM), para que busquem apoio ao projeto, o que bali­zaria a escolha do nome.

A informação foi confirmada pelo líder de governo na Câmara, Sérgio Ramos Silva, o Companheiro Sérgio (Cidadania). “O governo tem ainda três nomes como possíveis candidatos, o Pretinho, o Marcos Michels e a secretária Regina. Vamos sentar e achar um denominador comum. Desses três, vamos fazer dois para ter uma chapa do governo na disputa das eleições. O Michels autorizou os três a fazer uma coalizão para se chegar a dois nomes e, o terceiro, entrar para apoiar os escolhidos. Estamos construindo para formar a chapa ideal”, destacou.

Entretanto, conforme apurado pelo Diário Regional, nem todos estariam dispostos a abrir mão da indicação do governo. Pesam nessa questão o tempo de Regina Gonçalves na política e o trabalho que vem realizando à frente da Secretaria de Habitação, em especial com o projeto de regularização fundiária. Pretinho foi eleito no último pleito na esteira da renovação. Já Marcos Michels desistiu, nas últimas eleições, de sua candidatura a deputado estadual após possível acordo com o governo Lauro em prol de um projeto futuro.

Na corrida por apoio, Regina se reuniu com a bancada do PV na última semana e anunciou que se colocaria como pré-candidata. “Realmente, nos reunimos com a Regina e ela colocou sua disposição de sair candidata. Porém, entendo que essa demora em escolher o nome do governo prejudica o processo”, destacou o vereador Dr. Albino (PV), em visita à redação nesta sexta-feira (6).

 CHAPA DO PSDB
O vereador Josa Queiroz (PT) afirmou que não descarta a participação de Márcio da Farmácia nas eleições municipais. “Não estou convencido de que o Márcio não é candidato. Aposto as minhas fichas que vai se lançar aos 45 minutos do segundo tempo e não pelo governo. Aposto em uma terceira via, que é o Márcio da Farmácia e o Ricardo Yoshio. O Márcio está muito próximo do PSDB. Transita entre os tucanos e veio de dentro do PSDB”, destacou.

A reportagem confirmou a aproximação do deputado com o tucanato. Entretanto, na cidade, o pré-candidato pelo PSDB é o vereador Ricardo Yoshio, o qual, inclusive, contaria com o apoio do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, que integra a Executiva Nacional do PSDB.
Procurada, Regina Gonçal­ves afirmou que só falará sobre o assunto na próxima semana. Marcos Michels disse que, neste momento, não vai se pronunciar. Pretinho não foi encontrado para falar sobre o assunto e Lauro Michels não retornou ao contato da reportagem até o fechamento da matéria.

1 comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*