Copa América, Esportes

Seleção aposta no entrosamento entre Firmino e Jesus

Seleção aposta no entrosamento entre Firmino e Jesus
Gabriel Jesus comemora o gol de Roberto Firmino na vitória sobre a Argentina. Foto: Rodolfo Buhrer/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Em maio, logo nos primeiros dias de treino da seleção brasileira em Teresópolis visando a Copa América, Cleber Xavier afirmou que a comissão técnica “já tinha na cabeça” o time titular para a competição. O auxiliar não citou nomes, mas quem acompanhava a seleção de perto sabia que o ataque teria Roberto Firmino e Neymar, com Gabriel Jesus esperando uma chance no banco. Um mês e meio depois, o Brasil se prepara para a final com Firmino e Jesus atuando juntos e mos­trando bom entrosamento.

A formação, contudo, demo­rou para ser definida. Sem Neymar, que acabou cortado às vésperas da disputa após sofrer lesão no tornozelo, Tite e seus auxilia­res trataram de montar o setor ofensivo na base da tentativa, com Richarlison, David Neres, Firmino, Everton e Gabriel Jesus disputando posição.

Richarlison e Neres foram titulares ao lado de Firmino na estreia com a Bolívia, mas o Brasil sofreu para fazer três gols. Everton “Cebolinha” acabou acio­nado e encantou nos primeiros jogos, mas sucumbiu à marcação argentina na semi e deixou o campo após o intervalo.

Firmino e Gabriel Jesus foram vistos com desconfiança no início da Copa América. Apesar de fazer boa temporada por Liverpool e Manchester City, a dupla demorou a engrenar. Firmino só foi marcar seu primeiro gol na goleada por 5 a 0 sobre o Peru, no terceiro jogo – mesma partida em que Gabriel Jesus perdeu uma penalidade.

Os dois foram desencantar mesmo na semifinal, quando o Brasil fez partida eficiente diante da Argentina. Gabriel Jesus marcou o primeiro gol após receber assistência de Firmino. Depois, os papéis foram invertidos e o jogador do Liverpool ganhou passe do atleta do City para fazer 2 a 0 e confirmar a vitória.

“Vim (para o Mineirão) com a cabeça de que marcaria um gol. Não falo só porque fiz o gol, mas porque vim muito confiante. No começo, já fui para cima”, comentou Jesus após a vitória sobre a Argentina.

Firmino, por sua vez, procurou enaltecer a parceria no ataque após a vitória na semifinal. “Eu e o Gabriel somos isso: mostramos entrosamento e parceria. A gente se conhece bem e se dá bem. Independentemente da posição, a gente está aqui para ajudar da melhor forma possível.”

Com dois gols marcados na competição, o atacante do Li­verpool é um dos três jogadores do Brasil que estão na artilharia da Copa América. Everton e Philippe Coutinho também integram a lista, que tem nada menos do que 13 artilheiros.

Tite escala Alex Sandro como titular para a decisão

O técnico Tite comandou treino ontem (5) na Granja Comary, em Teresópolis, com a presença do lateral-esquerdo Alex Sandro como titular da seleção brasileira. O jogador da Juventus deve ser mantido no time para a final da Copa América, amanhã, contra o Peru, já que o antigo dono da posição, Filipe Luís, continua em recuperação de lesão na coxa direita e fez atividade separada.

A única ausência foi o atacante Willian. O jogador sofreu lesão na coxa direita contra a Argentina e não terá condições de entrar em campo na final.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*