Últimas Notícias

Segunda ação do ano do Emprega Diadema intermediou 42 contratações

Programa se diferencia pelas entrevistas presenciais e por reunir várias empresas no mesmo espaço

O formato do Emprega Diadema, de reunir num mesmo espaço empresas e candidatos com perfis pré-selecionados para entrevistas presenciais, é um dos diferenciais do programa criado há dois anos pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho de Diadema e que na quinta-feira (25) realizou a segunda ação de empregabilidade do ano.

 Entre às 9h e 13h, na sede da Secretaria, representantes de quatro empresas conversaram com trabalhadores para o preenchimento de 42 vagas. “Esse olho a olho é o grande diferencial do programa, ele quebra a frieza do digital. Além do mais, essa concentração ajuda as pessoas a se conhecerem melhor e facilita o trabalho dos entrevistadores”, afirmou o secretário Fábio Nunes.
O secretário fez uma saudação de boas-vindas aos candidatos e desejou sorte a todos. “Aqui tem pessoas procurando o primeiro emprego, tem umas buscando novos desafios e outras querendo entrar na profissão. Minha fala foi no sentido de eles terem tranquilidade para mostrarem suas competências”, comentou.
O auxiliar Eduardo Nunes cadastrou seu currículo em novembro e foi chamado para entrevistas pela segunda vez. “Aqui é bom porque não precisa distribuir currículo. Se for escolhido e tiver com os documentos, sai daqui para fazer o exame médico”, disse ele, que chegou ao local por volta das 7h.
Depois de ser entrevistado para vaga em empresa da área de limpeza, Eduardo preencheu cadastro e esperava a vez de conversar com contratantes de outra empresa. “Essa é uma facilidade de ter várias empresas no mesmo espaço”, explicou.
Marinilde Costa Silva, gerente da distribuidora Spani, instalada no Serraria, estava lá para contratar repositores, operadores de caixa e açougueiros, entre outras.“É um programa bastante válido para a gente, pois divulgamos as vagas, a secretaria fez uma pré seleção e hoje estamos conversando com eles pessoalmente, resultando numa avaliação melhor. É um sistema que funciona muito bem”, destacou.
Entre os candidatos a vagas de trabalho estavam quatro angolanos, resultado da parceria entre a Prefeitura e a agência de empregos “Vem Bumbar”, uma plataforma de empregabilidade para imigrantes africanos negros do país.

Um deles é José Américo dos Santos Barbosa, que está há nove anos no Brasil e se candidatou a uma vaga de fiscal de loja. “Já trabalhei em lojas do Brás e tenho experiência”, contou. Barbosa aproveitou para fazer cadastro nas outras empresas que estavam lá contratando. “Pensei que não podia, mas já que estou aqui não custa nada tentar”, concluiu.

Os interessados em vagas de emprego devem fazer o cadastro no site https://emprega.diadema.sp.gov.br/
Print Friendly, PDF & Email

Deixe eu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*