Editorias, Notícias, São Paulo

Secretaria dos Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo anuncia plano de substituição das bilheterias

Baldy: "Sabemos que mudanças trazem impactos na rotina, por isso planejamos uma transição organizada e com muita informação". Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Baldy: “Sabemos que mudanças trazem impactos na rotina, por isso planejamos uma transição organizada e com muita informação”. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A digitalização dos meios de pagamento no transporte público de São Paulo tem mais um importante passo em sua consolidação. A Secretaria dos Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo (STM) acaba de apresentar um plano de substituição das bilheterias tradicionais que começa dia 8 de outubro com duas estações: Belém, na Linha 3-Vermelha do Metrô e Granja Julieta, na Linha 9-Esmeralda da CPTM.

A expectativa é que todas as demais bilheterias tenham as atividades encerradas até o final de 2021. A redução de custos operacionais pode chegar a R﹩100 milhões anuais. Todos os funcionários das bilheterias serão direcionados para outras atribuições dentro das estações da CPTM e do Metrô.

O cidadão pode comprar o bilhete para ingresso no transporte pelo aplicativo TOP, pelo WhatsApp com pagamento por PIX, nas máquinas de autoatendimento dentro das estações e em estabelecimentos comerciais no entorno das estações.
Os bilhetes BOM e BU (Bilhete Único) continuam funcionando normalmente e quem tiver adquirido os antigos bilhetes de papel (edmonson) também poderá utilizar normalmente nas catracas.

A substituição acontecerá de forma gradativa para gerar o menor impacto possível para os passageiros:
● Etapa 1 (04 a 07/10): comunicação prévia sobre o encerramento das atividades das bilheterias nas estações Belém na Linha 3-Vermelha do Metrô e Granja Julieta, na Linha 9-Esmeralda da CPTM ;
● Etapa 2 (08 a 14/10): fechamento parcial da bilheteria com funcionamento nos horários de pico (06h às 10h e 16h às 20h);
● Etapa 3 (a partir do 15/10): encerramento total das atividades na bilheteria.

O cronograma completo será divulgado nos próximos dias e as estações contarão com o reforço de uma equipe preparada para ajudar os passageiros durante 30 dias, chamados de “Posso Ajudar”. O cidadão será avisado com sinalizações especiais nas estações, tanto nas bilheterias como em toda a estação. Nos canais digitais, haverá uma ‘landing page’ com as explicações necessárias e os perfis nas redes sociais irão sanar todas as dúvidas que possam aparecer. Além disso, uma campanha digital geolocalizada também irá impactar o cidadão pelas redes sociais e por SMS.

“Essa mudança é uma evolução nos serviços oferecidos à população. O acesso aos bilhetes por meio de outros pontos de venda e canais digitais gera uma maior comodidade e agilidade na compra. Sabemos que mudanças trazem impactos na rotina, por isso planejamos uma transição organizada e com muita informação. A população terá todo apoio necessário para que essa transição ocorra da melhor maneira possível”, afirma Alexandre Baldy, secretário de Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo.

A substituição das bilheterias tradicionais faz parte do plano de modernização dos meios de pagamento nos transportes iniciado em setembro de 2019. Uma das ações importantes para essa nova fase é o credenciamento de estabelecimentos fora das estações para a venda dos bilhetes. O número de locais credenciados tem aumentado gradativamente. Atualmente são cerca de 2 mil estabelecimentos em São Paulo e na Região Metropolitana. A projeção é chegar a 6 mil pontos até o fim de 2022.

“Com a modernização do serviço, o recurso será reinvestido no sistema e faz parte do nosso plano para o equilíbrio das finanças do sistema. Para atendermos à população durante a pandemia, mantivemos nossa operação mesmo com a queda no número de passageiros. Obviamente, isso trouxe um custo significativo e buscamos soluções inovadoras para reduzir custos e, ao mesmo tempo, agregar aos serviços ofertados” reforça Baldy.

Serviço:
Onde e como comprar os bilhetes:
WhatsApp oficial TOP (11 3888-2200)
Compra de até 5 bilhetes por transação. Forma de pagamento: PIX
Aplicativo TOP (Android e IOS)
Forma de pagamento: Crédito, Débito (consulte no app as bandeiras aceitas)
Máquinas de Autoatendimento (ATM)
Forma de pagamento: Débito
Estabelecimento Comerciais Parceiros
Forma de pagamento: Débito, Crédito, Dinheiro (consulte no local a forma aceita)
Os estabelecimentos parceiros que fazem a venda do Bilhete Digital QR Code podem ser consultados no site boradetop.com.br e são sinalizados com materiais de comunicação “Aqui tem TOP”
TOP nas Redes Sociais:
Baixe o Aplicativo TOP:
Sobre TOP Bilhete Digital QR Code
Lançado em dezembro de 2020 pelo Governo do Estado de São Paulo, o TOP Bilhete Digital QR Code é o bilhete para o embarque nas estações do Metrô e da CPTM, que conta com a tecnologia QR Code, trazendo mais rapidez e comodidade para quem utiliza o transporte sobre trilhos. Pode ser adquirido nas bilheterias e nas máquinas de autoatendimento das estações, nos mais de 2 mil estabelecimentos parceiros próximos às estações. Além disso, também está disponível por meio do aplicativo TOP.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*