Copa América, Esportes

Scaloni deve mudar meio e defesa da Argentina para jogo com Paraguai

A derrota por 2 a 0 para a Colômbia na estreia da Copa América deve provocar mudanças na Argentina para o jogo de amanhã (19), contra o Paraguai às 21h30, no Mineirão, pela segunda rodada do Grupo B. O técnico Lionel Scaloni fechou para a imprensa o treino de ontem pela manhã, no Independência.

Quem deve perder o lugar no time é o meia Di Maria, subs­tituído no intervalo na derrota para os colombianos. Depois de atuar 45 minutos no sábado, Rodrigo De Paul deve aparecer entre os titulares.

Outro que deve sair da equipe é Saravia, responsável pela lateral-direita, setor no qual a Colômbia conseguiu os dois gols. Milton Casco deve começar diante do Paraguai.

O setor ofensivo também pode ser alterado, com a entrada de Lautaro Martínez, Suarez ou Dybala para formar dupla com Agüero. Com isso, o meio-campista Guido Rodríguez deverá ir para o banco de reservas.

Antes da atividade de ontem, Scaloni conversou com os atletas por cerca de 15 minutos. Na sequência, comandou treino tático e, no final, os jogadores aperfeiçoaram as finalizações.

Apenas dois jogadores ficaram fora do treino: o lateral-esquerdo Acuña, com desgaste muscular na coxa esquerda; e o meia Roberto Pereira, com dores na região inguinal.

A provável escalação terá Andrada; Casco, Otamendi, Pezzella e Tagliafico; Paredes, Rodríguez (Lautaro Martínez), Lo Celso e De Paul; Messi e Agüero.

MARADONA

Ainda incomodado com a derrota na estreia, o ex-jogador Diego Maradona destilou críticas à seleção argentina e disse que o futebol apresentado coloca a equipe entre as piores do mundo. “Você percebe hoje que Tonga (202ª colocada no ranking da Fifa) pode ganhar de nós”, disse Maradona, em áudio divulgado pela TV argentina TyC Sports.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*