Esportes, Futebol

São Paulo negocia e aguarda ‘sim’ de Dorival Júnior

Dorival é nome de consenso na cúpula são-paulina. Foto: Ivan Sartori/Santos FCO São Paulo aguarda a resolução de questões particulares do treinador Dorival Júnior para anunciá-lo como sucessor de Rogério Ceni no comando técnico da equipe.

O diretor executivo de futebol do Tricolor, Vinicius Pinotti, encontrou-se com Dorival Júnior ontem (4) em Florianópolis (SC) para tratar da negociação.

Ontem, o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, preferiu despistar sobre o acerto com o ex-treinador do Santos.

“Foi falado, mas não há nada conclusivo. É um processo que não se resolve num estalar de dedos. Exige algumas reflexões. Esperamos acertar com ele ou com outro nos próximos dias”, disse.

Dorival Júnior começou o Campeonato Brasileiro como técnico do Santos, mas foi demitido no dia 4 de junho.

Depois de boas campanhas em 2015 e 2016, havia grande expectativa no Santos em torno do time nesta temporada. Quando contrastada com o primeiro semestre oscilante, essa expectativa gerou pressão e a subsequente demissão do treinador.

Ainda assim, no momento em que a cúpula são-paulina decidiu pela saída de Rogério Ceni, o nome de Dorival surgiu como consenso.

No entanto, a tendência é de o treinador ser apresentado apenas na próxima semana. A mulher de Dorival tem um exame cardiológico neste fim de semana e ele deve acompanhá-la até domingo.

O São Paulo começou a semana posicionado na zona de rebaixamento do nacional, na 17ª posição, após 11 jogos.

Desde a adoção desse sistema, a equipe só havia frequentado a zona de risco em seis oportunidades: 2003, 2005, 2008, 2009, 2012 e 2013.

Ontem, Leco explicou a demissão de Ceni. Segundo o dirigente, a decisão foi tomada por conta dos resultados negativos do ex-goleiro.

“(A demissão) se deu somente em razão de que o projeto desenvolvido sofreu percalços e pelo fato de o São Paulo não ter conseguido os resultados desejados, com eliminações e a situação difícil em que nos encontramos no Brasileiro”, disse.

Treino

O primeiro dia sem Rogério Ceni no comando teve jogo-treino no CCT da Barra Funda. Os jogadores que não atuaram contra o Flamengo, no domingo, enfrentaram a formação sub-20 do São Paulo, dirigida por André Jardine.

Estiveram em campo o zagueiro equatoriano Arboleda e o meia argentino Gomez. É possível que ambos fiquem à disposição para o confronto com o Santos, no domingo.

O armador já foi inscrito na Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O beque ainda precisa ter sua situação regularizada na entidade.

Os dois fizeram parte da seguinte escalação: Lucas Perri; Bruno (Buffarini), Arboleda, Douglas e Edimar; Cícero (Thomaz), Shaylon (Denilson) e Jonatan Gomez (Shaylon); Wellington Nem, Thomaz e Brenner (Wesley, depois Militão).

Os profissionais venceram o sub-20 por 1 a 0, gol de Douglas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*