Editorias, Notícias, São Paulo

São Paulo começa a vacinar idosos contra a covid acima de 80 anos em 1º de março

Anúncio foi feito por Doria nesta quarta-feira. Foto: Arquivo/Agência Brasil
Anúncio foi feito por Doria nesta quarta-feira. Foto: Arquivo/Agência Brasil

Atualizado às 22h

O Estado de São Paulo iniciará a vacinação contra a covid-19 em idosos com idade entre 80 e 84 anos em 1º de março. O anúncio foi feito pelo governador João Doria nesta quarta-feira (10). Doria confirmou, ainda, a antecipação da imunização do grupo de 85 a 89 anos para a próxima sexta (12), três dias antes do previsto.

“Com a chegada de mais insumos para a produção da vacina do Butantan, o estado de São Paulo começa no dia 1º de março a vacinar todos os idosos acima de 80 anos de idade”, disse Doria. “São boas notícias para aumentar nossa espe­rança, perspectiva de proteção à vida e também nos dar um alento em meio a tantas notícias tristes de perdas e de contaminações”, acrescentou.

O público-alvo de 80 a 84 anos totaliza 563 mil pessoas nos 645 municípios de São Paulo. Os idosos dessa faixa etária poderão ser imunizados com parte das 8,7 milhões de novas doses da vacina do Butantan, que serão produzidas com insumos que chegaram ao Brasil na manhã desta quarta-feira.

Já os 309 mil idosos de 85 a 89 anos poderão receber vacinas a partir desta sexta. A agilidade na logística da Secretaria de Estado da Saúde permitiu a antecipação da campanha. Em 24 horas de trabalho, a pasta concluiu nesta quarta o envio de mais de 900 mil doses da vacina do Butantan a todas as regiões do Estado.

A medida também permite que os municípios comecem a oferecer a segunda dose da imunização a grupos que já tomaram a vacina do Butantan desde janeiro – profissionais da saúde, indígenas e quilombolas, além de idosos acima de 60 anos e pessoas com deficiência a partir de 18 anos que vivem em instituições de longa permanência.

VACINAÇÃO

Doria afirmou nesta quarta-feira que o Estado está vacinando a população contra a covid em um ritmo quatro vezes superior ao de confirmação de novos casos da doença.

“Desde o dia 17 de janeiro, quando iniciamos a campanha de vacinação, mais de um mi­lhão e 50 mil pessoas foram vacinadas no Estado. Nesse mesmo período, entre 17 de janeiro e hoje, 260 mil novos casos de coronavírus foram re­gistrados em São Paulo”, disse.

Os números representam proporção de quatro vacinados para cada novo caso. A perspectiva é que este ritmo aumente conforme a expansão da campanha, mediante a disponibilidade das remessas do Ministério da Saúde.

PRÉ-CADASTRAMENTO

O governo incentiva o pré-cadastramento de idosos aptos à imunização no site vacinaja.sp.gov.br. O registro online garante mais facilidade e rapidez à campanha de imunização, pois economiza 90% no tempo de atendimento individual nos postos da vacinação.

O pré-cadastro não é obri­gatório e também não é um agendamento, mas contribui para evitar aglomerações nos postos. O registro dos dados no Vacina Já é gratuito, seguro e confidencial.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*