Brasileirão, Esportes

São Paulo acorda no 2º tempo, vence o Bahia e segue na cola do líder Atlético-MG

O São Paulo acordou no segundo tempo, marcou três gols e derrotou o Bahia por 3 a 1 na noite deste sábado (28), na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 23ª rodada do Brasileirão. A vitória deixa o time do Morumbi na cola do líder Atlético-MG, com dois jogos a menos e apenas a um ponto do rival mineiro (42 a 41).

O São Paulo tem o melhor aproveitamento do Brasileirão, com 65,1% dos pontos, e vai igualar o número de jogos do Atlético-MG nas próximas duas semanas. Após empatar com Vasco e Ceará nas últimas partidas, o Tricolor voltou a vencer e acirra a disputa pela ponta da tabela. O Bahia, ainda sem contar com o técnico Mano Menezes na beira do gramado devido à covid-19, ocupa o 12º lugar, com 28 pontos.

O primeiro gol de Luciano foi de bicicleta, aos seis minutos do segundo tempo. Reinaldo cobrou lateral na área, Ernando e Juninho se atrapalharam, e o atacante acertou a finalização na saída de Douglas. O São Paulo tinha voltado melhor do intervalo, depois de etapa inicial com mais paralisações do que jogadas perigosas.

A melhora do São Paulo passou muito pelas mudanças do técnico Fernando Diniz. O time retornou para o segundo tempo com Tchê Tchê e Vitor Bueno nos lugares de Juanfran e Léo, ficando bem mais ofensivo. O São Paulo continuou a pressão após abrir o placar e não demorou para ampliar, aos 20 minutos, quando Arboleda aproveitou cruzamento na medida de Reinaldo, subiu sozinho e mandou de cabeça para o fundo da rede.

Pouco antes de sofrer o segundo gol, o Bahia havia feito três substituições. Não deu nem tempo de ver se as mexidas mudariam a postura do time comandado pelo auxiliar Cláudio Prates. Sem seu treinador à beira do campo e com diversos desfalques, a equipe teve poucas chances durante a partida e segue no meio da tabela, mais perto da zona de rebaixamento do que do G-6.

O São Paulo marcou o terceiro, novamente com Luciano. Novamente com assistência de Reinaldo, outro destaque da equipe em Salvador. O lateral cruzou rasteiro e o atacante emendou de primeira, no cantinho de Douglas. O Bahia ainda descontou com Clayson, aos 35, mas já era tarde para buscar o empate.

 

BAHIA 1 x 3 SÃO PAULO

Gols: Luciano, aos 6 e aos 28; Arboleda, aos 20, e Clayson, aos 35 minutos do segundo tempo. Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS). Estádio: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

BAHIA

Douglas; Edson, Ernando, Juninho e Matheus Bahia; Gregore, Gregore, Elias (Nino Paraíba) e Ramon (Élber); Alesson (Saldanha), Rossi (Clayson) e Rodriguinho (Daniel). Técnico: Cláudio Prates (auxiliar).

SÃO PAULO

Tiago Volpi; Juanfran (Tchê Tchê), Arboleda, Léo (Vitor Bueno) e Reinaldo; Luan, Sara (Hernanes), Daniel Alves e Igor Gomes (Rodrigo); Luciano (Pablo) e Brenner. Técnico: Fernando Diniz.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*