Economia, Notícias

São Caetano recebe a primeira escola do Senai voltada ao ensino da Indústria 4.0

Marta, Auricchio e Skaf visitam as novas instalações. Foto: Divulgação/PMSCSO Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) inaugurou, ontem (25), sua primeira planta modelo da Indústria 4.0. A nova escola, construída com investimento de R$ 63,2 milhões, fica em São Caetano, na unidade do bairro Boa Vista.

Considerada centro de excelência e referência no ensino de Mecatrônica, a Escola Senai Armando de Arruda Pereira abriu suas portas e foi apresentada à população. O descerramento da placa foi feito pelo presidente do Senai-SP, Paulo Skaf, e teve as presenças do prefeito José Auric­chio Júnior (PSDB), da senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) e de alunos da unidade.

O novo prédio está equipado com robôs, célula de soldagem, sensores, gravadores a laser e centros de usinagem, resultado de parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), 20 empresas, seis startups e dois institutos de ensino. A unidade se insere no conceito de “OpenLab”, que possibilita às empresas testar tecnologias e aos alunos aprender, na prática, a manufatura avançada.

Possui ainda 36 laboratórios, nove salas de aula e duas oficinas de práticas profissionais, além de biblioteca, quadra esportiva e auditório.

“O Senai-SP está realmente engajado na quarta revolução industrial, na Indústria 4.0, neste momento de inovação pelo qual passa o mundo”, disse Skaf.

“Esta escola representa o pensamento no futuro, tanto em termos de educação quanto no perfil industrial que não podemos perder, pois é nele que está nossa maior geração de renda”, disse Auricchio.
A escola oferece cursos técnicos de Mecatrônica e Tecnologia em Mecatrônica Industrial, além de cursos superiores (Tecnologia em Mecatrônica Industrial) e de pós-graduação.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*