Copa Paulista, Esportes

São Caetano e Água Santa fazem dérbi de olho na 2ª fase da Copa Paulista

São Caetano e Água Santa fazem dérbi de olho na 2ª fase
Max vê São Caetano com elenco forte; Marzagão projeta jogo complicado no Campanella. Fotos: Fabrício Cortinove/AD São Caetano e Michael Sanches/Água Santa

São Caetano e Água Santa voltam a se enfrentar hoje (10), às 15h, no Anacleto Cam­panella de olho na sequência da Copa Paulista. O dérbi vale pela oitava rodada da primeira fase, mas os dois rivais começam a projetar a pró­xima etapa da competição.

Líder invicto do Grupo 4 e já classificado à segunda fase, o Azulão busca a vitória para garantir, matematicamente, a liderança da chave, o que dará vantagens ao time na con­ti­nuidade do campeonato.

Do outro lado, o vice-líder Netuno quer os três pontos para carimbar o passaporte à segunda fase. Para isso, a equi­pe de Dia­dema também precisa que o Osasco não pontue na parti­da contra o Esporte Clube São Bernardo, marcada para ho­je, às 15h, no 1º de Maio.

No último encontro entre as equipes, o São Caetano levou a melhor e venceu o Água Santa por 2 a 1 no Inamar. O duelo marcou a estreia do técnico Marcelo Vilar no comando do Azulão. Gleyson fez os gols dos visitantes, enquanto Jobinho descontou para o Netuno.

O departamento médico do São Caetano teve bastante trabalho durante a semana e, por isso, Vilar não descarta a possibilidade de poupar alguns titulares, até mesmo pa­ra dar rodagem ao elenco.

“O São Caetano possui um elenco forte. Tanto a diretoria quanto a comissão técnica fize­ram de tudo para contar não só com 11 jogadores, mas sim com um grupo forte. Quando sai uma peça entra ou­tra para ajudar. Todo mundo está traba­lhando para lidar com impre­vistos, como suspensões e le­sões”, afirmou o zagueiro Max, que foi titular pela primeira vez na vitória por 1 a 0 sobre o Osasco no último fim de semana – Sandoval estava suspenso.

No Água Santa, a novida­de do treino de ontem foi o zagueiro Luizão – que, recupe­rado de lesão na panturri­lha, voltou a ficar à disposição do técnico Fernando Marchiori.

O zagueiro Renato Palm e o goleiro Erivelton participa­ram da primeira etapa de aque­cimen­to com o elenco e, depois, continua­ram com exercícios físi­co-téc­­nicos em campo separado.

Depois de balançar a rede pe­la primeira vez com a camisa do Água Santa na vitória sobre a Ponte Preta (2 a 1), o volante Marzagão prevê dérbi difícil esta tarde. “Teremos um jogo complicado, mas estamos trabalhando para buscar mais um resultado positivo.”

 

EC S.Bernardo enfrenta o Grêmio Osasco no 1º de Maio disposto a encaminhar classificação

Animado depois da vitória por 3 a 0 sobre o Santo André, obtida no último fim de semana, o Esporte Clube São Bernardo enfrenta o Grêmio Osasco hoje (10), às 15h, no 1º de Maio, disposto a enca­minhar a classificação à segunda fase da Copa Paulista.

O duelo opõe o Cachorrão, na terceira posição do Grupo 4 com dez pontos, e o Osasco, quinto colocado, com sete.

No primeiro turno, o EC São Bernardo foi derrotado pe­lo adversário por 1 a 0, no estádio José Liberatti. A partida ficou marcada pelas expulsões do za­gueiro Gabriel Caran e do volante Mariano, que dei­xaram o Cachorrão com dois jogadores a menos durante boa parte do segundo tempo.

“É sempre bom lembrar da­quele jogo. Não entramos aten­tos, faltou concentração e acabamos tomando o gol. Em compensação, na última partida (contra o Santo André), jogamos os 90 minutos bem concentrados e conseguimos grande resultado. Essa é a lição que fica”, disse o técnico do EC São Bernardo, Renato Peixe.

“Vamos ter dificuldades, porque o adversário também vem para uma decisão, mas estamos bem preparados”, advertiu Peixe.

 

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*