Copa Paulista, Esportes

São Caetano busca vaga antecipada na Copa Paulista

Azulão busca vaga antecipada na Copa Paulista
Vilar: “O que pode tornar uma partida fácil ou não é o (desempenho do) próprio time”. Foto: Fabrício Cortinove/AD São Caetano

Após duas partidas atuan­do como visitante, o São Cae­tano volta a jogar diante de sua torcida pela Copa Paulista. Ho­je (3), às 15h, o Azulão enfrenta o Grêmio Osasco no estádio Anacleto Campanella, pela sétima rodada da competição.

Com cinco vitórias em seis partidas realizadas, o Azulão busca novo resultado posi­ti­vo para garantir matemati­ca­­men­te a classificação à se­gun­­­­da fase e, dependen­do da com­­bi­­­na­­ção de resulta­dos da rodada, a pri­­­­­mei­­ra colocação do Grupo 4.

O time é o líder disparado com 16 pontos, o dobro de Santo André e Água Santa, que dividem a vice-li­de­rança da chave. Também está nove pontos à frente do Grêmio Osasco, quinto colocado e primeiro time fora do G4, como é chamada a zona de classificação à segunda fase.

Por isso, se vencer o jogo desta tarde, o São Caetano não poderá mais ser alcan­ça­do pe­lo adversário e pela lan­terna Ponte Preta nas três rodadas que restam para o en­cer­ramento da primeira fase.

No último duelo entre as equipes, válido pelo primeiro turno da competição, o São Caetano goleou o Osasco por 5 a 0. Apesar do placar elástico, o técnico Marcelo Vilar não espera facilidades no reencontro desta tarde.

“Cada jogo tem própria sua história. O que pode tornar uma partida fácil ou não é o (desempenho do) próprio time. Respeitamos todos os adversários, mas vamos traba­lhar em busca de mais uma vitória”, explicou o treinador.

Vilar não poderá escalar o zagueiro Sandoval, suspenso após ter sido expulso na partida contra a Macaca, há uma semana. Max deve formar a dupla de zaga com Junior Alves.

SEM ACOMODAÇÃO

Apesar da larga vantagem sobre os adversários na pontuação, o elenco tem des­tacado a necessidade de o São Caetano não se acomodar.

“Eles também estão buscando a classificação, mas não podemos deixar nossa pegada cair. Em casa, com a presença do torcedor, é sempre importante vencer”, afirmou o late­ral-esquerdo Bruno Recife.

“Espero que a gente continue neste processo de crescimento (…) Por isso, conto com o apoio do torcedor para nos ajudar no Campanella”, disse Vilar.

 

EC São Bernardo reforça o meio-campo com a contratação do experiente Léo Costa

Sem vencer há duas rodadas na Copa Paulista, o Esporte Clube São Bernardo anunciou mais um reforço para a sequência da competição. Trata-se do meia Léo Costa, 33 anos, que atuou pelo Pelotas-RS no primeiro semestre.

O jogador também acumula passagens por Vitória, Portuguesa, Guarani, Pon­­te Preta, Santo André e São Ber­nardo Futebol Clube, entre outros.

“Estou muito otimista. Tive boa referência do clube, além de já ter trabalhado com o (técnico) Renato Peixe quando era jogador. Então chego muito mo­ti­vado”, disse o meia, que espera melhorar a condição física e estar à disposição do treinador para a partida do próximo fim de semana, contra o Osasco.

Amanhã, o Cachorrão visi­ta o Santo André, às 15h, no Brunão, em dérbi da sétima rodada. A equipe ocupa a quarta posição do Grupo 4 com sete pontos, contra oito do vice-líder Rama­lhão.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*