Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

São Bernardo vai recuperar prédio no Grande Alvarenga para instalar creche

São Bernardo vai recuperar prédio no Grande Alvarenga para instalar creche
Morando, na EM Cleyde Apparecida Costa, que será reformada. Foto: Ricardo Cassin/PMSBC

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), autorizou nesta quarta-feira (31) a reforma da Escola Municipal Cleyde Apparecida Costa, na Vila Vitória, cujo prédio está ocioso, para implementação de uma creche. A nova unidade, que ficará em espaço anexo à EMEB Maria Rosa Barbosa, na região do Grande Alvarenga, contará com 150 vagas e atenderá crianças de zero a 3 anos. A previsão de entrega é janeiro de 2020.

“Educação não é gasto, mas sim, investimento no futuro de nossas crianças. Nossa gestão tem investido em diferentes fren­tes: entrega dos mate­riais escolares e uniformes no primeiro dia de aula; melhora da merenda escolar; investimento em reforma nas escolas; nas atividades pedagógicas e formação continuada dos professores; e também tem intensificado seus esforços para incluir todas as crianças com idade entre zero a 3 anos na rede municipal. Quando assumi a gestão, o déficit era de 5 mil vagas. Desde 2017, geramos mais de 3 mil novas matrículas”, afirmou Morando.

A fim de zerar a fila de espera para crianças de zero a 3 anos na rede municipal de ensino, além de autorizar a reforma no espaço, a administração municipal tem investido na instalação de creches parceiras. Três unidades foram abertas na cidade: no Baeta Neves (Santa Clara), Chácara Inglesa (Espaço Solidário) e Jardim do Lago (El Elion). Com essas novas unidades, a rede municipal de São Bernardo chega a 208 escolas, sendo 28 creches parceiras.

A secretária de Educação, Sílvia Donnini, enfatizou a importância do trabalho reali­zado pelos técnicos da pasta para atender às crianças dessa faixa etária. “A secretaria reorganizou as matrículas e, desta forma, geramos vagas em rede própria e com o auxílio da abertura de editais de chamamento a fim de conveniar creches parceiras. Esses espaços desfrutam a mesma qualidade oferecida nas escolas da rede, com uniformes, materiais e alimentação escolar, bem como o acompanhamento no atendimento pedagógico”, destacou.

ESPAÇOS OCIOSOS

A prefeitura tem priorizado a transformação de prédios públicos ociosos em de utilidade pública. Entre os imóveis recuperados estão a base da ROMU (Ronda Ostensiva Munaicipal), equipe especial da Guarda Ci­vil Municipal (GCM), no bairro Assunção, a corregedoria da GCM, no Jardim do Mar, o antigo Espaço Henfil, transformado no Ceitec (Centro de Empreendedorismo e Inovação Tecnológica), no bairro Baeta Neves, entre outros.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*